segunda, 27 de maio de 2024
SpaceNow

IBOVESPA E DÓLAR HOJE: últimas decisões de Copom e Fed, com agenda econômica e PPI nos EUA

Confira os principais fatores que influenciam os principais mercados financeiros nesta quarta-feira, 13 de dezembro

13 dezembro 2023 - 18h14Por Redação SpaceMoney
B3B3 - Crédito: Paulo Whitaker, para a agência Reuters

Bem-vindo ao SpaceNow. De hora em hora, a SpaceMoney atualiza as principais notícias que impactam os mercados financeiros em todo o mundo.

 

Ibovespa e dólar hoje

Ibovespa, principal índice acionário da B3, encerrou em alta de 2,42%, aos 129.465,08 pontos, nesta quarta-feira (13). 

dólar comercial (compra) se desvalorizou em 0,92%, a R$ 4,92. 

 

Outros índices

BDRs: BDRX: +0,27%

FIIs: Ifix: +0,20%

Small caps: SMLL: +3,12%

 

Bolsas globais 

Ásia [Encerrados] 

Nikkei 225 (Japão): +0,25%

Shanghai Composite (China): -1,15%

 

Europa [Encerrados]

DAX 30 (Alemanha): -0,15%

FTSE 100 (Reino Unido): +0,08%

CAC 40 (França): -0,16%

 

EUA [Encerrados]

Dow Jones: -0,15%

S&P 500: +0,08%

Nasdaq 100: +1,09%

 

EWZ

O iShares MSCI Brazil ETF (EWZ) registrou alta de 3,62% em NY.  

 

Juros futuros (DIs)

Ativo Variação (p.) Último Preço
DI1F24

-0,038

11,692

DI1F25 -0,03

10,215

DI1F26

-0,055

9,845

DI1F28

-0,045

10,235
DI1F30

-0,03

10,59
DI1F32

+0,00

10,79

Por volta de 9:55.

 

Commodities

Petróleo - O petróleo WTI para janeiro de 2024 se valorizou em 1,25%, a US$ 69,47 por barril, enquanto o petróleo tipo Brent para fevereiro de 2024 avançou 1,39%, a US$ 74,26 por barril. 

 

Confira os principais fatores que influenciam o Ibovespa e o dólar nesta Super Quarta, 13 de dezembro:

 

Brasil

COPOM - Nesta quarta-feira, 13 de dezembro, o Comitê de Política Monetária (COPOM) do Banco Central (BC) reúne-se pelo segundo e último dia para deliberar sobre a taxa básica de juros Selic.

Em sua última reunião do ano, espera-se que o colegiado reduza os juros básicos em 0,50 p.p., a 11,75% ao ano.

Em reunião do Conselhão, na última terça-feira (12), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse ser preciso “mexer com o coração” de Roberto Campos Neto (RCN), presidente do Banco Central (BC), para que baixem mais os juros em 2024.

E pediu que os governadores pressionassem a autoridade monetária. “Têm que fazer pressão.”

Em outro momento, o petista afirmou ser um “retrocesso” a massa salarial atual ser menor do que em 2010.

 

Serviços - Às 9:00, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou o volume de serviços prestados no mês de outubro. 

Leia mais: IBGE: serviços recuam 0,6% em outubro, terceiro resultado negativo consecutivo

 

Fluxo cambial - A divulgação de dados do fluxo cambial foi adiada para a próxima quinta-feira, 14 de dezembro.

 

Agenda de Fernando Haddad e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva - O ministro da Fazenda e o presidente da República participam, às 9:00, de sessão de abertura da reunião no Palácio do Itamaraty de vice-ministros do G20. 

 

Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) - A reunião da Comissão Mista do Orçamento (CMO) para a votar o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) válido ao ano de 2024 foi suspensa na última terça-feira, 12 de dezembro. 

O relator, deputado federal Danilo Forte (União Brasil - CE), retirou do parecer das emendas de comissões permanentes do calendário que obriga o Palácio do Planalto a empenhar recursos até o mês de julho de cada ano. Forte removeu ainda o texto do dispositivo que incluía os recursos do Sistema S no Orçamento.

 

MP de subvenção do ICMS - A Comissão Mista no Congresso Nacional que analisa a Medida Provisória (MP) da subvenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) voltou a adiar a apresentação do relatório.

O site Bom Dia Mercado destacou que, durante as negociações, surgem novas pressões por uma desidratação maior do documento, como não incluir o crédito presumido de ICMS nas regras.

O Ministério da Fazenda já fez muitas concessões na medida, especialmente nas mudanças dos juros sobre o capital próprio (JCP), com o desconto de 80% nas dívidas tributárias e a alteração sem impacto na carga de impostos, como a ampliação do conceito de subvenção para investimentos.

A pasta pretende arrecadar cerca de R$ 35 bilhões com a medida no próximo ano.

 

Emendas PIX - O governo federal já liberou R$ 1,6 bilhão em emendas PIX, mas parlamentares aguardam a transferência de mais R$ 2 bilhões.

O jornal Valor Econômico destacou uma fonte ligada ao bloco Centrão, que destacou: “pode até passar na comissão mista, mas a votação no plenário só ocorre depois”.

 

Vetos - Por sua vez, o jornal O Estado de S.Paulo apurou que nada deve acontecer enquanto não houver a sessão conjunta do Congresso Nacional para analisar os vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), como aos textos do arcabouço fiscal, do Conselho Administrativo de Recursos Federais (CARF) e da desoneração da folha de pagamentos.

Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado Federal, confirmou a sessão para a próxima quinta-feira (14).

O senador Randolfe Rodrigues, líder do governo federal no Congresso Nacional, confirmou que o Ministério da Fazenda deve apresentar ainda nesta quarta-feira, 13 de dezembro, uma alternativa à desoneração da folha de pagamentos, com a redução gradual dos benefícios aos dezessete setores da economia ao longo dos próximos cinco anos.

 

Apostas Esportivas e Cassinos online - Em votação simbólica, o Senado Federal aprovou o projeto de lei (PL) de regulamentação das apostas esportivas e de cassinos online.

O texto foi alterado, o que significa que deve voltar à Câmara dos Deputados, antes de seguir para a sanção presidencial.

 

Precatórios - A quitação antecipada dos precatórios autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) deve gerar uma economia de R$ 33,70 bilhões para o governo, calculou a Secretaria de Política Econômica (SPE), ligada ao Ministério da Fazenda.

 

Reforma Tributária - O relator da PEC da Reforma Tributária na Câmara dos Deputados, deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), quer apresentar seu novo parecer nesta quarta-feira, 13 de dezembro, com intenção de votá-lo em Plenário amanhã, quinta-feira (14).

A proposta foi aprovada pelos deputados federais e modificada pelos senadores.

 

Fundos Exclusivos e Offshores - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou, nesta quarta-feira (13), o projeto de lei (PL) que muda a cobrança de imposto sobre os chamados fundos exclusivos (voltados para alta renda no Brasil) e offshore (no exterior).

(O Globo)

 

Flávio Dino e Paulo Gonet - Nesta quarta-feira, 13 de dezembro, inicia-se a sabatina pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal do senador e ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB-MA), ao Supremo Tribunal Federal (STF), e de Paulo Gonet à Procuradoria-Geral da República (PGR).

Se aprovados, os nomes serão submetidos à votação no Plenário ainda nesta quarta-feira.

 

América do Sul

Argentina - A Argentina anunciou uma desvalorização de 54% do peso, fixada em US$ 800,00.

O novo governo de Javier Milei anunciou ainda medidas como:

  • - a redução para metade do número de ministérios, de dezoito para nove; 
  • - o corte de transferências para as províncias; 
  • - a suspensão de obras públicas;
  • - a redução dos subsídios aos setores dos transportes e energia, entre outros.

 

Nesta quarta-feira, 13 de dezembro, serão anunciadas medidas de política monetária. As taxas de juros no País estão em 133,00% ao ano (a.a.).

 

EUA

O índice da inflação ao produtor (PPI, na sigla em inglês) vai ser divulgado às 10:30.

Leia mais: PPI: inflação ao produtor nos EUA fica estável em novembro

 

Em decisão de política monetária nesta quarta-feira, 13 de dezembro, o Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) optou pela manutenção do intervalo da taxa de juros (fed funds) no patamar de 5,25% a 5,50% ao ano. 

 

Jerome Powell, presidente da autoridade monetária, discursa meia hora depois.

Estoques de petróleo do DoE, a serem divulgados às 12:30, têm estimativa de -1,2 milhão de barris.

 

Europa

Foram informados os números da produção industrial no mês de outubro na região da Zona do Euro.

O escritório de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou nque a produção industrial nos vinte países que compartilham o euro como moeda oficial caiu 0,70% em outubro em relação ao mês anterior, em uma queda de 6,6% na comparação com o ano anterior.

(Reuters)

 

Commodities

Opep mantém previsão de demanda mundial de petróleo em 2,5 milhões de barris neste ano