segunda, 17 de junho de 2024
SpaceNow

B3 EM TEMPO REAL: Fique por dentro de tudo o que influencia a Bolsa nesta sexta-feira (17)

A SpaceMoney reúne para você as últimas notícias do mercado financeiro em primeiríssima mão

17 maio 2024 - 09h24Por Redação SpaceMoney
.. - Crédito: Sede da B3, em São Paulo| Foto: GUSTAVO SCATENA/Divulgação

IBOVESPA: Nesta sexta-feira (17), o mercado financeiro local monitora a Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílio (PNAD) Contínua referente ao primeiro trimestre de 2024. Além disso, investidores observam os ruídos políticos em Brasília (DF) sobre o processo de desoneração da folha de pagamentos.

Leia mais: Desemprego cresce 0,5% no 1º tri em relação ao período de outubro a dezembro de 2023, diz IBGE

 

DÓLARO mercado de câmbio traça novas estimativas para o ciclo de corte de juros nos Estados Unidos da América (EUA), após alguns dirigentes do Federal Reserve (Fed), o Banco Central norte-americano, reforçarem o momento de cautela em discursos proferidos ontem (16).

Membros disseram ser necessário haver mais confiança de que a inflação rume para a meta, para, assim, dar início ao ciclo de cortes de juros. 

Na Zona do Euro, a taxa anual do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) ficou inalterada em abril contra o mês anterior. 

Já a produção industrial da China registrou uma alta anualizada de 6,70% em abril e superou a expectativa de 5,50%. Já as vendas no varejo aumentaram 2,30% no mesmo período, resultado inferior à previsão de 3,80%.

 

Leia mais: BITCOIN HOJE: BTC se mantém em US$ 66 mil, com alta semanal de 5,5%; Ethereum (ETH) atinge US$ 3 mil

Leia mais: Dividendos de FIIs: 11 fundos de investimento imobiliário pagam cotistas nesta sexta-feira (17)

 

MyCryptoChannel

 

Empresas

Veja aqui as principais notícias das grandes empresas brasileiras, entre avisos aos acionistas, comunicados ao mercado, fatos relevantes e mais informações da imprensa especializada:

 

Informe corporativo

Ambev (ABEV3) inicia programa de recompra de até 24 milhões de ações

Nesta quinta-feira (16), o conselho de administração da Ambev (ABEV3) aprovou um programa de recompra de até 24.000.000 de ações ordinárias (ON), com o principal objetivo de fazer frente à entrega de ações no âmbito dos planos de remuneração baseados em ações, e as mesmas podem ainda ser mantidas em tesouraria, canceladas e-ou alienadas posteriormente.

O programa vai se encerrar em 16 de novembro de 2025. 

O programa anterior de recompra de ações foi encerrado, em vista o atingimento do limite de ações ordinárias para recompra nele previsto.

A companhia detém 4.410.858.485 ações em circulação.

A aquisição dar-se-á a débito da conta de reservas de capital registrada no balanço patrimonial levantado em 31 de março de 2024.

A operação vai ser realizada por meio das corretoras UBS Brasil Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários S.A. e Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários.

 

Armac (ARML3) esclarece notícia sobre possível aquisição de Terram

Em resposta a notícia de que estaria em negociações avançadas para adquirir Terram Engenharia, como informou a Bloomberg Línea, a Armac (ARML3) declarou que “não celebrou qualquer documento vinculante relacionado à transação noticiada” e, que, caso qualquer documento vinculante seja firmado, vai comunicar os acionistas e o mercado financeiro em geral a respeito.

Em comunicado, a companhia declarou que “continuamente analisa oportunidades de crescimento orgânico e inorgânico”.

 

Emae (EMAE4): Marcio Rea renuncia ao cargo de diretor-presidente

Marcio Rea renunciou ao cargo de diretor-presidente e membro do conselho de administração da Emae (EMAE4).

A companhia vai informar oportunamente sobre a nomeação para o cargo de diretor-presidente.

 

Gerdau (GGBR4) celebra 25 anos de listagem em cerimônia de closing bell na NYSE

A Gerdau (GGBR4), maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo, foi convidada pela Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) para conduzir a icônica cerimônia do fechamento do mercado nesta quinta-feira (16) conhecida como closing bell.

A iniciativa foi mais uma das celebrações pelos 25 anos de listagem das ações da companhia na mais prestigiada bolsa de valores do mundo.

A cerimônia contou com a participação do Guilherme C. Gerdau Johannpeter (presidente do conselho de administração), Gustavo Werneck (CEO global) Rafael Japur (CFO), Chia Yuan Wang (presidente da Gerdau América do Norte), Pedro Torres (diretor de Comunicação e Relações Institucionais) e Renata Batifferro, gerente geral de Relações com Investidores.

 

Helbor (HBOR3) adia assembleia-geral extraordinária para 28 de maio

A Helbor (HBOR) adiou sua assembleia-geral extraordinária (AGE) para o dia 28 de maio. O evento estava programado para ocorrer na próxima quinta-feira, 23 de maio.

A administração informou que vai tomar todas as medidas necessárias para promover tempestivamente a adequada publicação de um novo edital de convocação, em reflexo a nova data de AGE.

A ordem do dia para a ocasião permanece inalterada, e, da mesma forma, salvo por eventuais ajustes necessários, documentos que instruem as matérias também ficarão sem modificações.

A forma de realização da assembleia-geral foi mantida em formato exclusivamente digital, por meio de videoconferência na plataforma Zoom. 

 

Isa CTEEP (TRPL4) anuncia 16ª emissão de debêntures, no valor de R$ 1 bilhão

Nesta quinta-feira (16), a Isa CTEEP (TRPL4) informou que o seu conselho de administração aprovou a realização da 16ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única.

As debêntures serão objeto de oferta pública, em rito de registro automático de distribuição, com garantia firme de colocação para o valor total da emissão.

Serão emitidas 1.000.000 de debêntures, com valor nominal unitário de R$ 1.000,00, que totalizam o valor total de R$ 1.000.000.000,00.

O prazo de vencimento das debêntures foi definido em sete anos contados da data de emissão, e vencem-se, portanto, em 20 de maio de 2031.

Não vai haver atualização monetária sob o valor nominal unitário ou o saldo do valor nominal unitário, conforme o caso.

Sobre o valor nominal unitário ou o saldo do valor nominal unitário, conforme o caso, das debêntures incidirão juros remuneratórios correspondentes à variação acumulada de 100% das taxas médias diárias dos DI – Depósitos Interfinanceiros de um dia, “over extra-grupo”, expressas na forma percentual ao ano, base 252 Dias Úteis, calculadas e divulgadas diariamente pela B3, acrescida de um spread de 0,80% ao ano, base 252 Dias Úteis.

A totalidade dos recursos líquidos captados pela companhia por meio das debêntures serão utilizados para recomposição de caixa.

 

Multiplan (MULT3) capta R$ 300 milhões com emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs)

A Multiplan (MULT3) concluiu a captação de R$ 300.000.000,00 por meio da oferta pública de certificados de recebíveis imobiliários (CRIs) da 167ª emissão, em série única, da Virgo Companhia de Securitização, lastreados em debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única, para colocação privada, da 13ª emissão da companhia.

A emissão recebeu rating “AAAsf(BRA)” atribuído pela Fitch Ratings.

As debêntures, com data de emissão de 15 de maio de 2024 e prazo de 1.826 dias, serão amortizadas em duas parcelas anuais e consecutivas, devidas ao final do 4º e do 5º anos contados da data de emissão, e farão jus ao pagamento de juros semestrais correspondentes a 99,50% do CDI ao ano.

Os recursos líquidos obtidos serão integralmente utilizados para o pagamento de gastos, custos e despesas ainda não incorridos diretamente atinentes à construção, aquisição de direitos, expansão, desenvolvimento e reforma, de determinados imóveis e-ou empreendimentos imobiliários descritos.

 

Polishop pede recuperação judicial e informa dívida de R$ 352 milhões, diz revista

A Polishop entrou em recuperação judicial, informou a revista Exame. A companhia informou uma dívida de R$ 352,10 milhões.

Há pouco tempo, a empresa já havia ajuizado o pedido de uma tutela de urgência cautelar enquanto preparava a formalização do pedido de RJ, informa a reportagem assinada por Daniel Giussani e Isabela Rovaroto.

“Um dos principais setores que sofreram com os efeitos da Covid-19 foi o mercado de varejo (principalmente em shoppings centers). Isto porque, diante das medidas de lockdown, as lojas físicas foram inesperada e indefinidamente fechadas, ensejando na deletéria situação de fechamento de quase 300 (trezentas) lojas físicas em shoppings centers e com a restrição da sua operação no e-commerce”, declarou a companhia, no pedido.

As informações são da revista Exame.

 

Rede D’Or (RDOR3) assina venda de participação da D’Or Consultoria

A Rede D’Or (RDOR3) informou nesta quinta-feira (16) que assinou os documentos definitivos referentes à venda de suas participações detidas no capital social da JTO Holding S.A., JTO Fundadores Participações LTDA e Rede D'Or São Luiz Soluções Corporativas em Saúde e Segurança do Trabalho Ltda. para a MDS Corretora e Administradora de Seguros.

A totalidade do investimento na D’Or Consultoria vai ser alienada (atualmente, 93,5% de titularidade da companhia) pelo valor total de R$ 800.000.000,00, o qual vai ser descontado da dívida líquida e sujeito a eventuais mecanismos de ajuste de preço usuais a operações dessa natureza.

 

O preço de aquisição foi definido para pagamento da seguinte forma:

  • - i) 65% (sessenta e cinco por cento) na data de fechamento;
  • - ii) 35% (trinta e cinco por cento) em parcelas futuras variáveis, para cima ou para baixo (earn out), a serem efetuadas em três parcelas anuais a contar da data de fechamento da operação, conforme métricas estabelecidas no contrato.

 

A conclusão e fechamento da transação estão sujeitos à verificação de determinadas condições, como a obtenção de todas as aprovações regulatórias necessárias, inclusive do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

 

Proventos

Dividendos e JCP: Copasa (CSMG3) distribui R$ 172,4 milhões nesta sexta-feira (17)

O conselho de administração da Copasa (CSMG3), em reunião realizada em 20 de março deste ano, aprovou a declaração de dividendos regulares referentes ao 1º trimestre de 2024, no valor de R$ 172,4 milhões, como indica a tabela:

 

 

Trade

DAY TRADE: ações para comprar e vender nesta sexta-feira (17)

Nesta sexta-feira (17), PagBank recomendou a compra das ações de Iguatemi (IGTI11) para ganhos de até 3% em operações de day trade.

Para venda, a plataforma recomendou os papéis de Energisa (ENGI11), Prio (PRIO3), Rumo (RAIL3) e Yduqs (YDUQ3). Analistas gráficos estimam um ganho potencial de 3,84% com a operação.