Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
SpaceDica

Robôs de investimentos: conheça o programa capaz de executar automaticamente suas aplicações

Algoritmo é comum principalmente no mercado americano e muito utilizado pelos day traders

06 setembro 2021 - 17h25Por Redação SpaceMoney

No mundo de hoje, os avanços tecnológicos trazem cada vez mais praticidade e comodidade para todo tipo de atividade. Com o mercado financeiro, não é diferente. Nos últimos anos, surgiram os “robôs de investimento”, que automatizam algumas tarefas que antes precisavam ser realizadas diretamente pelo investidor. E de forma mais ágil.

Confira como funcionam esses produtos e se é possível confiar 100% neles.

O que são robôs de investimentos?

Robôs de investimentos são programas de computador capazes de executar automaticamente os investimentos que você desejar, como analisar o momento de comprar ou vender um ativo, monitorar o desempenho deles ao longo de uma determinada janela de tempo ou resgatar aplicações. Enfim, ordens que no dia a dia os investidores dão manualmente pelo computador ou smartphone às corretoras por meio do home broker (para entender como funciona a ferramenta de home broker, leia este texto). 

Esses programas (também chamados algoritmos ou operações lógicas) são muito comuns principalmente no mercado americano e muito utilizados pelos day traders, que muitas vezes precisam realizar muitas transações por dia, de forma rápida e com menor possibilidade de erros na bolsa de valores.

Quantos tipos de robôs existem?

Existem dois principais tipos de robôs de investimentos, entre modelos mais simples e outros complexos:

Robô Trader

Neste modelo, a tomada de decisões se baseia no valor dos ativos e em balanços e dados do mercado. Ele compra e vende ações na bolsa de acordo com os objetivos de quem o programou.

Dentro dessa “família” de robôs existem os complexos “negociadores de alta frequência” ou high-frequency traders (HFT), que são utilizados por grandes bancos e fundos de investimento. Seu desenvolvimento custa milhões de dólares e é capaz de analisar, comprar e vender ativos em milésimos de segundos. Para as pessoas físicas há a opção de modelos que cumprem ordens mais simples, como “comprar ação da empresa X quando estiver em R$ 25 e vender quando subir para R$ 28 ou descer para R$ 23”.

Nesse tipo de produto, o próprio usuário define as “regras” que o robô seguirá, então é importante que o investidor tenha experiência com renda variável para não correr (muito) risco de sair no prejuízo.

Robô Advisor  

Este, em vez de se guiar pelos valores dos ativos, recomendará (e até executará) ordens de compra e venda com base no perfil do investidor, analisando as melhores oportunidades do mercado de acordo com o objetivo, rentabilidade pretendida e quanto de risco o investidor está disposto a assumir.

Qual a vantagem de utilizar robôs?

Além da economia de tempo, o investidor se protege também das suas emoções. Um robô, diferentemente da maioria de nós, não sofre com a tentação de vender uma ação ao ver seu valor despencar. Também não fica em dúvida se chegou o momento certo de iniciar ou encerrar uma operação e age sem hesitar. Por isso, são muito confiáveis para estratégias que necessitam de sangue frio, como o day trade.

Porém, não coloque 100% de confiança em estratégias milagrosas. Lembre-se sempre: investimentos devem seguir um pensamento de longo prazo. Enriquecer do dia para a noite é uma ilusão.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: