quarta, 01 de dezembro de 2021
SpaceDica

Procura por seguro de vida individual dispara na pandemia; conheça benefícios

Entenda a importância de um seguro de vida dentro do planejamento financeiro e confira como selecionar a cobertura ideal

11 maio 2021 - 15h30Por Lucas de Andrade

Resumo:

* Além do potencial no setor comprovado por dois anos consecutivos em levantamento, o Brasil segue uma tendência com a procura por seguro de vida individual;

* O fator surpresa: como o seguro de vida auxilia famílias no luto;

* Sem seguro de vida, não há planejamento financeiro;

* No mercado, corretoras investem em comunicação e buscam inovar seus produtos com coberturas diferenciadas e mais práticas de contratar.

A FenaPrevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida) revelou, em estudo divulgado em abril, que o número de contratos de seguro de vida individual registrou, no primeiro bimestre de 2021, um avanço de 24,9% ante o obtido no mesmo período ano passado. 

Considerando o ano passado inteiro, o crescimento foi de 26% em relação a 2019. Esse dado chama ainda mais atenção se comparado ao número de contratos de seguros em grupo, como os propostos por empresas e sindicatos, que cresceram mais timidamente no mesmo período: 4%.

Os índices revelam um comportamento e uma tendência, segundo analistas. Além da pandemia da Covid-19, o contexto da economia brasileira e as mudanças nas leis trabalhistas já destinavam milhões de pessoas à informalidade, sem a expectativa de se vincularem a empregos com carteira assinada — que, em muitos casos, oferecem como benefício um seguro de vida em grupo.

No Índice Global de Seguros Potenciais, divulgado em dezembro passado, a seguradora Mapfre posicionou o Brasil na 8ª posição com maior potencial para crescimento do setor entre 96 nações analisadas. A China lidera o ranking; em segundo lugar ficaram os EUA.

 “O Brasil tem um enorme potencial para o desenvolvimento do mercado de seguros. Diante de todos os desafios relacionados à pandemia, temos observado uma sociedade mais solidária e consciente de que tudo ao seu redor está interligado, por isso nossa expectativa é que o consumidor adote um perfil mais preventivo e direcionado à sua proteção e de sua família, abrindo portas para que ampliemos a cultura do seguro”, afirmou, na ocasião, Fernando Pérez-Serrabona, CEO da Mapfre Brasil, para o CQCS (Centro de Qualificação de Corretores de Seguros).

Dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep) apontam que o Brasil tem 2,1% de penetração do seguro de vida em relação ao PIB, diferente de países como Reino Unido (8,3%), Itália (6,2%) e França (5,8%) que são países com mercados de seguros mais maduros.

Seja pela falta de amparo das empresas, por solidariedade, necessidade de prevenção e proteção ou pelo fator surpresa, cada vez mais brasileiros procuram por seguros de vida individuais com coberturas adequadas e valores que caibam no bolso.

Nesta Spacedica, vamos entender melhor a importância de um seguro de vida dentro do planejamento financeiro de uma pessoa, além de conferir dicas de como selecionar a cobertura ideal para o seu perfil.

Prevenção contra o inesperado

A morte, infelizmente, pode comprometer a saúde financeira de qualquer lar. Foi o que aconteceu na família da estudante Caroline Fernandes, de 24 anos, moradora da cidade de Seropédica. A jovem decidiu contratar um seguro de vida individual após o falecimento do pai, ocorrido repentinamente em dezembro de 2020, que deixou a família desamparada financeiramente.

A estudante está assegurada desde fevereiro deste ano por um seguro de vida lançado em dezembro do ano passado por um banco digital.

“[O seguro] cobre meu falecimento sob qualquer circunstância, sendo pago à minha mãe ou ao meu irmão um valor para sepultamento e prevê uma cobertura para casos de invalidez”, comenta.

Ela ressalta que há certas inseguranças pelo fato de o produto ser novo no mercado, mas que avaliou como interessantes seus benefícios, como o valor acessível, que não compromete seu orçamento. O seguro de vida oferece, por exemplo, cobertura para pandemias como a Covid-19.

“O que me chamou a atenção foi a simplicidade do seguro. [Os termos dos] seguros tradicionais são muito chatos e cheios de pormenores e letras miúdas. Me parece que esse foi um projeto pensado justamente por conta da pandemia, já que eles dão ênfase a não ter carência e avisam que cobrem também caso a pessoa seja vitimada pelo coronavírus”, afirma Caroline.

Seguro de vida: base do sucesso do planejamento financeiro

Fábio Murad, economista e CEO da SpaceMoney, afirma que não existe planejamento financeiro sem contratação de um seguro de vida. Para ele, se vincular a esse produto significa dar o primeiro passo para ter finanças pessoais saudáveis.

Fábio comenta que não existe momento específico para contratar um seguro de vida, mas pondera que “quanto mais jovem [o contratante], mais barato [o produto] será”.

O executivo ressalta que seguros de vida não são usados necessariamente apenas em casos de morte ou invalidez, como erroneamente a maioria das pessoas pensam. “Há planos que preveem vários benefícios acessórios de serviços à residência, como seguro-energia, seguro-encanamento. Alguns têm embutidos também seguro-viagem. Outros realizam sorteios mensais”, diz.

E recomenda aos leigos, que não sabem como procurar por um razoável pacote de assistência, que priorizem produtos básicos que disponibilizem coberturas de invalidez, de doenças graves, de assistência funerária e de diária por incapacidade temporária – DIT -, tão solicitado em razão da pandemia de Covid-19.

Qualquer pessoa pode contratar um seguro de vida para si mesmo. O contratante seleciona benefícios e coberturas que desejar e paga o valor estipulado pela seguradora, que pode variar de acordo com o perfil apresentado. Os valores dependem de requisitos como idade, sexo, condições de saúde, profissão e outros.

Em junho, o app SpaceBank, o banco digital do planejamento financeiro da SpaceMoney, vai passar a comercializar o Atitude, da Icatu Seguros, um produto que combina a proteção do seguro de vida com a acumulação de capital da previdência privada.

Fábio Murad conta que, em breve, o Spacebank também vai ganhar funcionalidades exclusivas, como o Checkup Financeiro. Essa ferramenta ajudará as pessoas a identificarem, de maneira 100% online, suas necessidades em termos de proteção e previdência, oferecendo também recomendações personalizadas.

Produto Atitude: inovação e total proteção

Trazer inovações aos produtos faz com que eles se destaquem no mercado perante possíveis contratantes, mas a comunicação precisa ser eficiente. Antônio Rebello, assessor comercial em plataformas digitais da Icatu Seguros, comenta que essa foi uma preocupação da companhia para atrair mais público ao produto Atitude.

“Nós, aqui na Icatu, gostamos de trabalhar com o conceito de proteção completa. O [produto] Atitude foi criado nesse sentido”, comenta. E completa: “Nós trabalhamos com os nossos clientes com a ideia de que a proteção é um benefício em vida, e os produtos devem trazer tranquilidade e capacidade de planejamento”.

Para viabilizá-lo, a companhia produziu peças que sensibilizem o público a partir de histórias vividas por assegurados da Icatu. Clientes que mantiveram o mesmo padrão de vida de antes de acidentes, por exemplo. Essas trajetórias estão atreladas a dados que visam desmistificar informações do senso comum, como a ilusão de que jovens não precisam de coberturas de riscos e planejamento financeiro.

“Porque, claro, mesmo que os jovens poupem – e é importante que as pessoas guardem dinheiro -, eles precisam proteger esses investimentos, senão essa garantia se torna finita”, diz Antônio. Outro mau hábito, na visão do assessor, é a prática comum de que pessoas compram automóveis, saem das concessionárias com contrato de seguridade para protegê-los, mas não pensam em proteger a si mesmas. “Brasileiro se importa mais com patrimônio do que consigo mesmo”, comenta.

Para atender às demandas dos contratantes, o Atitude oferece vantagens comerciais. A cobertura de proteção familiar consiste em renda vitalícia por invalidez e pecúlio por invalidez, para o contratante; e pecúlio por morte e pensão por prazo certo, para a família do assegurado. Com o Atitude, você planeja a aposentadoria e também se prepara para imprevistos a partir do valor de R$ 130 mensais.

Além disso, o contrato do produto Atitude dispensa a subscrição de risco, comum à grande maioria das seguradoras. Nesse termo, as companhias solicitam históricos médicos pessoais e da família, e, durante um longo período, podem requisitar mais informações e exames para admitir o indivíduo como contratante ou não, como forma de a seguradora se resguardar.

O modelo de carência oferecido no produto Atitude consiste em um ano para cobertura por mortes de causa natural.
 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content