segunda, 29 de novembro de 2021
FIPs

O que são FIPs?

22 agosto 2020 - 14h00Por Redação SpaceMoney

Essa classe de fundos ainda não é muito conhecida no Brasil, mas pode trazer oportunidades interessantes para você. Os fundos de investimento em participações (FIPs) destinam recursos para empresas -- a diferença é que elas podem ser abertas, fechadas ou sociedades limitadas.

Isso significa que os FIPs reúnem ações, partilha societária ou debêntures. É mais comum que os títulos sejam de empresas fechadas, mas nada impede que uma companhia da B3 tenha ativos também em um fundo em participações.

Um tipo famoso de FIP é o private equity: comprando uma parte de uma empresa, o fundo vira sócio e tem poder de decisão sobre os rumos da companhia. Se ele conseguir impulsionar os negócios, pode vender sua parte na sociedade e lucrar.

Quer tomar as melhores decisões de investimento? Fale com um especialista SpaceMoney

Dessa forma, FIPs participam da fase de maturação das companhias nas quais investem. Esse maior tempo de exposição à expansão das empresas permite maior possibilidade de lucro. Por outro lado, o risco aumenta ao apostar em sociedades que ainda não estão consolidadas.

Cuidados com os FIPs

Justamente por seu risco considerável, os fundos de investimento em participações são restritos aos investidores qualificados e têm menor liquidez no mercado.

Em momentos difíceis para a economia, como o trazido pela pandemia do novo coronavírus, o risco dos FIPs pode aumentar. Uma vez que investem primordialmente em empresas em fase de consolidação, que são o elo mais fraco na cadeia produtiva, eles podem ter dificuldade em performar.

Você pode conhecer os fundos em participações listados na B3 aqui. Segundo regras da bolsa, os FIPs podem, ainda, investir 20% do seu patrimônio em ativos no exterior, além de adquirir cotas de outros fundos da mesma classe.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content