Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Rentabilidade com renda variável

Long & short: saiba o que é e entenda como funciona essa estratégia

Nessa operação, o investidor realiza ao mesmo tempo duas operações: uma de compra e outra de venda, apostando que um ativo aumentará seu preço enquanto outro sofrerá desvalorização

22 setembro 2021 - 15h26Por Redação SpaceMoney

Para obter o máximo de rentabilidade com a renda variável, os investidores desenvolveram diversas estratégias para lucrar com a volatilidade do mercado financeiro.

Alguns desses “modelos” ficaram muito populares e são utilizados tanto por investidores de varejo quanto profissionais e até gestores de fundos de investimentos da B3, a bolsa de valores brasileira. Um desses casos é o do long & short. Confira!

Comprado e vendido ao mesmo tempo

Em linhas gerais, o long & short é uma operação em que negocia dois ativos de forma simultânea. Isto é, o investidor realiza ao mesmo tempo duas operações: uma de compra (long) e outra de venda (short), apostando que um ativo aumentará seu preço enquanto outro sofrerá desvalorização no mesmo período.

Se acertar as duas previsões, pode ter um bom lucro. Caso apenas uma delas se confirme, a rentabilidade obtida será mais baixa ou ele “sairá no zero a zero”. Porém, também há a chance de as duas previsões não se concretizarem e a operação trazer prejuízos. 

É importante lembrar que ao fazer short, ou “operar vendido”, o investidor não adquire a ação para depois vendê-la. Nesse caso, ele trabalha com opções. É como se ele “alugasse” o papel, podendo exercer o direito de vendê-lo na data programada.

Para ter essa opção, ele dá um valor em garantia para a corretora que seja suficiente para cobrir eventuais prejuízos com a operação. Para entender melhor como se opera “vendido”, confira este texto.

Empresas semelhantes

Normalmente, essa estratégia está associada à compra e venda de ativos de empresas “semelhantes” ou até concorrentes.

Suponha que, após uma análise, você perceba que as ações de duas empresas concorrentes do mercado varejista (como Magazine Luiza e Via Varejo, por exemplo) estão com uma grande diferença de preço e que em alguns meses os valores entre as duas devem voltar a ficar próximos. Nesse caso, você opera vendido na que está valorizada e comprado na que vale menos.  

Outra forma comum de operar long & short é negociando pares de papéis da mesma empresa, como ações ordinárias (ON) e preferenciais (PN).

Como se trata da mesma companhia, tanto na ponta vendida quanto na comprada, o risco de perder dinheiro é baixo. Porém, pelo mesmo motivo, os lucros também não serão atrativos.

Apesar de ser considerado de menor risco que o day trade, o long & short também é uma modalidade de investimento para pessoas com perfil arrojado. 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: