segunda, 27 de maio de 2024
Investimentos

Liquidez e rentabilidade: onde investir o valor da venda do meu imóvel?

Decisões financeiras: equilibre fatores para o destino do lucro de propriedades

05 março 2024 - 13h00Por Kadu Soares
Decisões financeiras: equilibrando liquidez e rentabilidade para investir o lucro da venda de imóveisDecisões financeiras: equilibrando liquidez e rentabilidade para investir o lucro da venda de imóveis - Crédito: Freepik

Ao vender um imóvel, os proprietários frequentemente se perguntam: onde investir o valor arrecadado? A resposta não é simples pois envolve questões como liquidez, rentabilidade e também considerações fiscais.

 

O que é liquidez? E rentabilidade?

Liquidez é a facilidade com que um ativo pode ser convertido em dinheiro sem perda significativa de valor. 

No contexto do mercado imobiliário, o termo pode variar de acordo com vários fatores, incluindo o tipo de propriedade, sua localização e as condições econômicas gerais

Imóveis comerciais podem ter uma liquidez menor do que imóveis residenciais devido a um público-alvo mais restrito e a processos mais complexos de venda.

Por outro lado, a rentabilidade é o retorno financeiro que um investimento proporciona ao longo do tempo. Imóveis, por exemplo, geralmente oferecem retornos sólidos a longo prazo devido à valorização do imóvel e à possibilidade de geração de renda por meio de aluguéis. 

No entanto, a rentabilidade imediata pode ser afetada pela baixa liquidez, já que pode levar tempo para vender a propriedade e converter o investimento em dinheiro.

Além desses fatores, é importante considerar as implicações fiscais ao decidir onde investir o valor da venda do imóvel. Diferentes tipos de investimentos estão sujeitos a diferentes regimes fiscais, e é essencial entender como os impostos afetam os retornos do investimento. 

Por exemplo, fundos imobiliários podem oferecer isenções fiscais para determinados rendimentos, enquanto investimentos em ações e títulos podem estar sujeitos a tributação.

Fábio Murad, sócio-diretor da Ipê Investimentos, explica que, "para aqueles que gostam de investir em imóveis e querem manter a liquidez, enquanto obtêm bons retornos, os fundos imobiliários são excelentes alternativas”. 

“Eles oferecem liquidez na venda das cotas, contam com gestão profissional na compra, venda e locação dos imóveis, permitem a propriedade de grandes empreendimentos e ainda garantem isenção no IR sobre o recebimento de aluguéis", acrescentou.

 

>>> Entre em contato com a Ipê Investimentos para ter mais rentabilidade nas suas operações <<<

 

Perfil do investidor como parte da equação

A decisão de onde investir o valor da venda do imóvel depende muito do perfil do investidor e de seus objetivos financeiros. Para aqueles que precisam de liquidez imediata e desejam minimizar o risco, opções como fundos de investimento podem ser mais adequadas. Esses investimentos oferecem maior liquidez e podem ser mais fáceis de gerenciar em comparação com propriedades imobiliárias.

“No entanto, o mercado imobiliário ainda pode ser uma opção adequada aos investidores com uma perspectiva de longo prazo e disposição para aceitar uma liquidez um pouco menor. Imóveis tendem a se valorizar ao longo do tempo e podem proporcionar uma fonte estável de renda por meio de aluguéis. Além disso, investir em imóveis físicos oferece a vantagem de possuir um ativo real”, explica Murad.

 

Equilibrando a balança

Equilibrar esses dois fatores é essencial para uma sólida carteira de investimentos e sucesso financeiro a longo prazo. Esse equilíbrio envolve a consideração de fatores como tolerância ao risco, horizonte de investimento e metas financeiras.

Algumas estratégias para alcançar esse equilíbrio incluem a diversificação da carteira, a avaliação de necessidades de curto e longo prazo, e a reavaliação periódica da carteira. 

Investir em uma variedade de ativos, reservar uma parte da carteira para ativos líquidos de fácil acesso e fazer ajustes regulares na carteira, são ações fundamentais que otimizam o desempenho geral da carteira e alinhá-la com seus objetivos financeiros e tolerância ao risco.

 

A importância da ajuda profissional

Obter orientação financeira profissional pode facilitar a decisão de onde investir o dinheiro recebido da venda de um imóvel. 

Assessorias de investimentos, como a Ipê Investimentos, oferecem recomendações personalizadas baseadas na fase de vida do cliente e seus objetivos, priorizando esses fatores em vez de rendimentos de curto prazo.

Essas assessorias podem ajudar a avaliar os prós e contras de várias opções de investimento, entender as consequências fiscais e legais de cada decisão e desenvolver uma estratégia alinhada aos seus objetivos de longo prazo.

Além disso, um consultor financeiro pode ajudar a navegar pela complexidade do mercado financeiro, orientando para escolhas bem informadas que minimizem o risco e maximizem o retorno potencial.

 

>>> Clique aqui para ter uma assessoria de investimentos personalizada para você <<<

 

Conclusão

É importante ressaltar que não existe uma resposta única para a pergunta de onde investir o valor da venda do imóvel. Cada um terá suas próprias necessidades, metas e tolerância ao risco. 

Portanto, é fundamental realizar uma análise cuidadosa, possivelmente com a ajuda de um consultor financeiro, para determinar a melhor estratégia de investimento de acordo com a sua situação.

"Entender esses conceitos, relacioná-los com o seu perfil de investidor e fazer uma pesquisa cuidadosa é o segredo para escolher bem o destino do seu lucro e, no final, garantir que seu dinheiro trabalhe para você e continue a crescer ao longo do tempo", finaliza Murad.