sábado, 27 de novembro de 2021
SpaceDica

Está disposto a se arriscar mais? Confira quatro opções de investimento para você

Importante lembrar que escolhas com maior potencial de rentabilidade também têm chances maiores de perdas

13 abril 2021 - 17h48Por Redação SpaceMoney

Se você é o tipo de investidor que pode se arriscar mais na hora de aplicar seu dinheiro, realizando escolhas com maior potencial de rentabilidade, mas que também têm chances maiores de perdas, você deve pertencer ao perfil agressivo (ou arrojado) de investidor, conforme classificação da CVM, a Comissão de Valores Mobiliários.

Normalmente, para poder arriscar mais, esses investidores buscam muitas informações antes de decidir onde alocar seus recursos. O processo de escolha passa por critérios relacionados ao custo-benefício dos ativos candidatos a receber o aporte.

Se você ainda não conhece seu perfil de investimento, faça um teste online para descobrir. Leva menos de 5 minutos!

Se identificou com esse perfil? Então confira quatro opções de investimento muito buscadas por investidores mais “agressivos”:

1 – Ações

As ações geralmente são os ativos mais comuns a serem indicados aos investidores de perfil agressivo. 

O risco está na imprevisibilidade: as ações das empresas podem tanto apresentar grandes baixas quanto grandes altas. Isso depende de diversos fatores, como decisões de mercado anunciadas pela companhia, eventos da macroeconomia do país, cenário político conturbado ou mesmo fatos cotidianos, como desastres naturais e greves de trabalhadores.
 
2 – Mercado futuro

Mercado futuro é a negociação de contratos de compra e venda de produtos que só serão realizados no futuro, e isso abrange desde do milho até o dólar, por exemplo.

Ao comprar esses contratos, investe-se no valor de “prêmio” que dá o direito de comprar (ou vender) pelo valor “contratado”. Ou seja: se você adquiriu uma opção de compra de milho a R$1, e na data de vencimento ele estiver R$ 1,50, você pode exercer seu direito de compra e ganhar na diferença, tirando o valor do prêmio. Porém, caso o milho esteja valendo R$ 0,80 no vencimento, é só não exercer o direito de compra, perdendo o valor investido no prêmio.

3 – ETFs

Os ETFs (Exchange Traded Funds) são fundos de investimento que estão atrelados a um determinado índice, como o Ibovespa. As cotas desses fundos são negociadas na bolsa de valores como se fossem ações. 

Dessa maneira, o desempenho desses fundos depende diretamente do desempenho do índice e das ações que estão atreladas a ele.

4 – BDRs

Os Brazilian Depositary Receipts, ou BDRs, são certificados de ações emitidas por empresas estrangeiras, mas que são negociados no pregão da bolsa de valores brasileira, a B3. Ou seja, por meio dos BDRs é possível investir em empresas como Disney, Google e Apple.

Mas fique atento: quem compra um BDR está investindo em títulos representativos dos papéis das empresas do exterior ao invés de comprar diretamente esses ativos.

Basicamente, existem dois tipos de BDRs: os Patrocinados (quando a empresa estrangeira participa do processo de emissão dos ativos) e os Não Patrocinados (quando a empresa estrangeira não participa do processo de emissão dos ativos).

Conheça a metodologia de investimentos por objetivos, que traz melhores resultados para você

Tags: CVM

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content