Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
SpaceDica

Confira dicas de controle financeiro e deixe de ser um "gastão"

Quando falamos em administrar o nosso próprio bolso, significa também aprender a controlar impulsos, ansiedade, planejar o dia a dia e estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazo

08 outubro 2021 - 17h10Por Redação Spacemoney

Às vezes, manter as contas em ordem pode parecer bem difícil. Porém, o controle financeiro, além de dedicação, exige aprendizado.Tanto que uma parceria entre o Ministério da Educação e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) foi firmada com o objetivo de levar este tipo de conteúdo para escolas públicas no país. Quando falamos em administrar o nosso próprio bolso, significa também aprender a controlar impulsos, a ansiedade, planejar o dia a dia e estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazo. 


Pode até parecer complexo, mas à medida em que começa a sobrar algum dinheiro na conta ao final do mês, o apetite pela gestão das finanças aumenta. Para quem começou a trilhar agora o caminho rumo à independência financeira, deixar de ser “gastão” é um passo primordial.

Confira algumas dicas!

Autoconhecimento é tudo

Parar de mentir para si mesmo é fundamental na elaboração de um controle financeiro. Nada de empurrar para o mês seguinte, pagar parcialmente a fatura do cartão, pedir emprestado aqui e acolá para uma saidinha no final de semana. A máxima é: gastar menos do que se ganha.

Não existem milagres quando falamos em economizar. É preciso colocar na ponta do lápis todas as entradas e saídas de dinheiro dentro de um mês. Sabendo qual é o limite, fica muito mais fácil manter-se dentro do orçamento sem gastar um centavo a mais do que o planejado. 

 

Controle

A partir do momento em que você está disposto a viver com menos do que recebe eestabeleceu os limites do quanto pode gastar em um mês, é hora de fazer acontecer. Para isso, é indispensável que se registre cada saída de dinheiro. Tomar nota do quanto se gasta é atividade diária para todo bom administrador. 

Adotando essa prática, será possíve identificar gargalos e entender onde se gasta muito, onde é possível economizar, o que dá para cortar. Registrar é a garantia de ter total controle da situação. Para isso, vale o bom e velho caderninho, uma planilha no computador ou até mesmo um aplicativo no celular. O quer que te ajude na tarefa de tomar nota dos gastos é sempre bem-vindo.

Desperdícios

Atrasar uma conta e arcar com juros é desperdício. Você pagará dinheiro adicional para outra pessoa ou empresa só porque não honrou com seus compromissos em dia. Não é melhor seguir na contramão? Há situações em que o pagamento antecipado, ou antes do vencimento, gera descontos na fatura. Além disso, de acordo com o Serasa, pagar as contas sem atraso pode ajudar a aumentar o seu score, que é o cálculo que instituições financeiras utilizam para avaliar sua capacidade como bom pagador, o que pode facilitar o acesso a crédito e melhores taxas. 

Vai ao mercado? Faça uma lista e compre apenas o que precisa. Gôndolas e corredores são posicionados para que você passeie por eles, caçando itens que não necessita. Não caia nessa! 

Quando chegar o momento de abrir a carteira, faça sempre a si mesmo a seguinte pergunta. “Eu preciso comprar isso ou apenas quero por impulso?”. Ninguém está falando para você abrir mão dos pequenos prazeres. Mas é importante certificar-se de que eles estejam dentro daquele orçamento mensal que você planejou. 

Cuidado com as armadilhas


Algumas pessoas erram ao ignorar valores menores. Em apenas uma saída com um gasto pequeno ali e aqui, você pode desembolsar bastante. Veja:  R$ 20 no estacionamento porque ficou com preguiça de procurar lugar para estacionar na rua. Masi R$ 12 num cafezinho com pão de queijo porque saiu de casa antes de fazer um lanche e talvez R$ 25 a mais em um produto porque optou por realizar a compra na primeira loja em que entrou e, ainda por cima, topou pagar 10% adicional no valor porque o preço, à vista, era exclusivamente para pagamento em dinheiro e você, claro, não se deu ao trabalho de ir até o caixa eletrônico. 

Só nessa saidinha, você acaba "jogar" fora quase R$ 60...

Fique de olho nas oportunidades!

Outra postura típica dos “gastões” é ignorar programas de desconto, cashback e derivados. As companhias oferecem vantagens para o consumidor de olho na fidelização de um potencial cliente. Seja por meio de oferta (e, aqui, vale pesquisar para entender se o desconto é real) ou cashback –  dinheiro de volta –, então aproveite a oportunidade.

Pague menos naquilo que precisa comprar, use cupons de desconto, opte por adquirir na loja que oferece R$ 5 em cashback, programe a viagem de avião utilizando programa de milhas, mesmo que isso te coloque num voo com uma escala a mais. Enfim, não jogue fora as oportunidades de gastar menos, mesmo que pareça pouco. O hábito de utilizar estas pequenas vantagens faz bastante diferença no controle financeiro.

Gastão?  Nunca mais!


Para tornar divertido o aprendizado do autocontrole financeiro, que tal uma brincadeira? Que tal criar o “dia de zero gasto” no seu mês? Ou na sua semana? Experimente passar 24 horas sem tirar o cartão do bolso. E, claro, programe-se para isso. Não é para ficar sem comer ou faltar ao trabalho. No “dia de zero gasto”, vá caminhando ao trabalho, ou pegue uma carona com colegas, em vez de utilizar o carro ou transporte público.

Leve a boa e velha marmita consigo e deixe para outro dia o almoço com os colegas. Ao voltar para casa, opte pelo que há na dispensa e geladeira ao invés de pedir comida pelo aplicativo. Durma com a sensação de ter vivido um dia inteirinho sem realizar uma única compra. Faça ainda mais! Anote tudo aquilo o que você teria feito não fosse pelo “dia de zero gasto” e contabilize o quanto – de fato – você economizou. 

Para deixar de ser um “gastão” e tornar-se investidor é preciso aprender a dizer “não”! Ao abrir mão do que é supérfluo ou desnecessário, você estará mais próximo de transformar o dinheiro poupado em um investimento rentável. 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: