segunda, 15 de abril de 2024
Política

O que acontece na política - caso Unigel submerge; 10 anos de Lava-Jato; Jair Bolsonaro vai ao STF

Analistas dizem ao jornal O Estado de S.Paulo que falas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva aumentam a incerteza para o investimento das companhias

14 março 2024 - 11h26Por Redação SpaceMoney
Presidente Lula (PT) e Jean Paul Prates, CEO da Petrobras (PETR3)(PETR4)Presidente Lula (PT) e Jean Paul Prates, CEO da Petrobras (PETR3)(PETR4) - Crédito: Reprodução: O Globo

Em sua coluna no jornal O Globo, Malu Gaspar pontuou que a opção polêmica da Petrobras (PETR3)(PETR4) por não distribuir dividendos extraordinários desviou o foco “de um negócio nebuloso”: “um contrato em que a Petrobras se dispõe a perder meio bilhão de reais em oito meses para salvar da bancarrota a Unigel, uma fabricante de fertilizantes com bons amigos no governo”.

 

No jornal Folha de S.Paulo, grande destaque para o fato que Jean Paul Prates atribuiu ao governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a decisão de reter os dividendos da Petrobras (PETR3)(PETR4).

Reportagem da Folha de S.Paulo mostrou que a medida foi vista com surpresa por membros do conselho de administração ligados a acionistas minoritários, que questionaram a falta de detalhes.

 

As mãos de Lula sobre o Banco Central, a Petrobras e a Vale 

Analistas dizem ao O Estado de S.Paulo que falas do presidente aumentam a incerteza para o investimento das companhias, o que pode dificultar um crescimento mais robusto do País nos próximos anos.

 

10 anos da Lava Jato: quem são os delatores e o que eles confessaram; veja vídeos

O blog de Fausto Macedo no jornal O Estado de S.Paulo repercute a operação. Acordos de colaboração tornaram-se pilares da operação; instrumento foi regulamentado durante o governo de Dilma Rousseff.

 

Como se não bastasse o Centrão, agora nem o PT ajuda

Pressionada em diferentes momentos pela classe política, principalmente pelo Centrão para liberação de verbas, a gestão da ministra da Saúde, Nísia Trindade, enfrenta nas últimas semanas uma ofensiva sindical e de setores do PT do Rio de Janeiro (RJ) por causa de uma portaria sobre os hospitais federais do Estado.

As unidades, que o partido influencia por meio de indicações para cargos de comando, tiveram funções transferidas para o Departamento de Gestão Hospitalar (DGH), que vai passar a centralizar compras, por exemplo.

As informações são de Caio Sartori para o jornal O Globo.

 

Ainda precisamos falar da trama golpista...

A Polícia Federal (PF) não tem interesse em firmar um acordo de delação premiada com o coronel da reserva e ex-assessor de Jair Bolsonaro (PL), Marcelo Câmara, informou a coluna de Bela Megale, no jornal O Globo. Ele está preso desde fevereiro na investigação que apura a tentativa de golpe.

 

E Jair Bolsonaro recorre ao... STF

Advogados de Jair Bolsonaro (PL) foram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar derrubar a apuração na qual, por ordem do ministro Alexandre de Moraes, em maio de 2023, a Polícia Federal prendeu o tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, e apreendeu com ele e outros investigados provas decisivas para incriminar o ex-presidente nas apurações sobre planos golpistas em seu governo.

O ministro Dias Toffoli vai analisar o pedido.

As informações são de Guilherme Amado, para o jornal Metrópoles.