domingo, 26 de maio de 2024
Política

O que acontece na política - Déficit zero; depoimento de Freire Gomes; Jair Bolsonaro em feira

Fernando Haddad, ministro da Fazenda, vai esclarecer aos deputados federais os números do programa emergencial para o setor de eventos (PERSE)

05 março 2024 - 10h06Por Lucas de Andrade
Déficit recorde de R$ 230,5 bi em 2023: Haddad aponta calote de Bolsonaro nas contas públicasDéficit recorde de R$ 230,5 bi em 2023: Haddad aponta calote de Bolsonaro nas contas públicas - Crédito: Pedro Gontijo/Senado Federal

Como revelou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, na consulta ao Tribunal de Contas da União (TCU), o Ministério do Planejamento estimou que a regra prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) - o contingenciamento na peça orçamentária para cumprir a meta fiscal - limitaria o bloqueio a um valor máximo de R$ 25,90 bilhões - contra cerca de R$ 50,00 bilhões que o mercado financeiro passou a estimar necessários para o Poder Executivo cumprir o déficit zero.

 

PERSE

Em meio aos ruídos fiscais, Alexandre Padilha (PT), ministro das Relações Institucionais, declarou que Fernando Haddad, ministro da Fazenda, vai esclarecer aos deputados federais os números do programa emergencial para o setor de eventos (PERSE), que deve ser extinto pelo governo federal para elevar a arrecadação.

De acordo com Padilha, ainda não existe uma data certa para a reunião, mas pode ser inclusive nesta terça-feira (5).

Na Esplanada, uma voz relevante se levantou contra a extinção do PERSE: Margareth Menezes, cantora e ministra da Cultura. 

Em entrevista à coluna de Guilherme Amado, do site Metrópoles, Menezes afirmou que precisa haver um debate maior entre o setor e a Fazenda, e uma compreensão de que investimento na cultura retorna para o crescimento da economia brasileira.

 

Municípios

Alexandre Padilha também declarou que, nesta semana, o Palácio do Planalto pretende avançar nas discussões sobre a contribuição previdenciária dos municípios, assunto que causou desgaste nos últimos dias entre os prefeitos e o Poder Executivo.

 

TOYOTA

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), afirmou que a Toyota vai anunciar nesta terça-feira (5) um investimento de R$ 11,0 bilhões no Brasil.

 

Jantar com os senadores

À noite, a partir das 19:00, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa de confraternização oferecida pelo seu governo a senadores no Palácio do Alvorada.

 

Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro (PL), ex-presidente da República, vai participar nesta terça-feira (5) de uma tradicional feira do agronegócio no Rio Grande do Sul (RS), a Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque, amplamente patrocinada pelo governo Luiz Inácio Lula da Silva, revelou o colunista Guilherme Amado para o site Metrópoles.

O governo federal, o Banco do Brasil (BBAS3) e a Caixa Econômica Federal (CEF) patrocinam o evento. Além deles, o Bradesco (BBDC3)(BBDC4) também figura entre os principais patrocinadores da feira agrícola.

 

Trama golpista

Segundo fontes da Polícia Federal (PF) a par do assunto, o depoimento do ex-comandante do Exército, Freire Gomes, complicou a situação do general Paulo Sérgio Nogueira, último ministro da Defesa do governo Jair Bolsonaro (PL).

As informações são do colunista Igor Gadelha, para o site Metrópoles.

 

BNDES

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES, presidido pelo ex-senador Aloizio Mercadante (PT-SP), reportou lucro líquido recorrente de R$ 5,30 bilhões no quarto trimestre, alta de 54,8% contra o mesmo período do ano anterior.

No acumulado de 2023, o lucro somou R$ 11,90 bilhões, valor 5% menor que o de um ano antes.