domingo, 28 de novembro de 2021
yduqs

YDUQS lidera perdas do Ibov, caindo mais de 6%; balanço mostrou prejuízo de R$ 79,5 milhões no 2T20

27 agosto 2020 - 15h45Por Investing.com

Por Gabriel Codas, da Investing.com - Na tarde desta quinta-feira, as ações da empresa de educação Yduqs operam com a maior perda do Ibovespa. A companhia educacional registrou prejuízo no segundo trimestre, refletindo maiores provisões para perdas esperadas com calotes e a concessão de maiores descontos a alunos, em meio aos efeitos da Covid-19. A companhia anunciou, na véspera, que teve prejuízo líquido de R$ 79,5 milhões entre abril e junho, ante lucro de R$ 194,8 milhões um ano antes. O resultado contrariou a previsão dos analistas de mercado, cuja mediana previa lucro líquido de R$ 181 milhões. Com isso, por volta das 15h40, os ativos recuavam 6,21% a R$ 28,09, maior baixa do Ibovespa. O principal índice acionário brasileiro avançava 0,21% a 100.744 pontos. Em termos ajustados, a companhia reportou lucro de 135,9 milhões de reais no trimestre, queda de 30,2% ante mesma etapa de 2019. A previsão média de analistas ouvidos pela Refinitiv apontava para lucro de 150 milhões de reais. O resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) foi de 111,2 milhões de reais, queda de 67,5%. Segundo a empresa, efeitos não recorrentes tiveram impacto de 215,5 milhões de reais, o que elevaria o total para 326,7 milhões, pouco acima da previsão média de analistas, de 316,5 milhões.

Visão dos analistas

Na visão do BTG Pactual (SA:BPAC11), no geral, os resultados do segundo trimestre do YDUQS (SA:YDUQ3) foram decepcionantes especialmente dados os altos níveis de PDA, o que levanta dúvidas sobre a coleta de dinheiro no cenário macro desafiador atual. Os analistas acreditam que o cenário atual pode ser muito difícil para nomes da área de educação como YDUQS, potencialmente colocando em risco ao tíquete médio, ciclos de admissão, níveis de evasão e necessidades de capital de giro. Assim, eles permanecem neutros devido à fraca dinâmica dos lucros e à falta de catalisadores de curto prazo. Para a Mirae Asset, conforme esperado foi um resultado mais fraco e abaixo da expectativa, com aumento de provisões, e queda na base de alunos de ticket médios. A equipe espera recuperação somente a partir do 4T20 e principalmente em 2021.

Balanço

A Yduqs concedeu no período 67,5 milhões de reais em descontos referentes ao programa de bolsas. Em outra frente, as despesas com provisões para inadimplência cresceram 84,4% ano a ano, para 229 milhões de reais. A Yduqs afirmou que o crescimento de 166% do volume de caixa e disponibilidades em 12 meses, para 1,9 bilhão de reais, a deixa em condições de avaliar novas aquisições no setor.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content