Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
klabin suzano

XP eleva avaliação sobre setor de celulose e recomenda Klabin

31 março 2020 - 12h32Por Redação SpaceMoney
Em relatório divulgado na noite de domingo (29), a XP Investimentos atualiza a avaliação sobre o setor de papel e celulose em decorrência dos impactos do coronavírus. Yuri Pereira, analita de Research, acredita que a alta do dólar eleva as estimativas. Além disso, atualiza as recomendações de empresas do setor. Agora, a consultora recomenda compra tanto da Klabin quanto da Suzano. Os alvos para 12 meses foram atualizados, e a Klabin tem preço-alvo de R$ 18,5/ação (antes a R$ 20,5/ação), enquanto a Suzano tem novo alvo de R$ 40/ação (antes a R$45/ação).. As estimativas agora "compensaram parcialmente um risco maior atribuído à avaliação das ações e um preço de celulose mais baixo", diz o autor do artigo. A perspectiva positiva sobre o preço da celulose no longo prazo se sustenta em três fatores. Normalização dos estoques; recuperação gradual das margens dos fabricantes de papel e pequena entrada de nova capacidade de celulose no mercado. Os preços da celulose atualmente são considerados baixos, próximos de um "piso", como define Pereira. Mesmo assim, a previsão é que os valores apresentem recuperação ao longo do ano, entre 6 e 12 meses, considerando outras baixas históricas. Apesar da boa previsão no longo prazo, a XP reduziu a estimativa para o preço de celulose médio em 2020, de US$520/t para US$500/t. O motivo é a recuperação de demanda "mais lenta do que o esperado" na China. Desde outubro de 2019, os preços da celulose são negociados em torno de US$ 460/t.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: