segunda, 29 de novembro de 2021
VAREJO

Varejistas avançam com otimismo no setor; Via Varejo bate máxima histórica

09 julho 2020 - 17h14Por Investing.com

Por Gabriel Codas Investing.com - Na parte da tarde desta quinta-feira as ações das varejistas se destacam na bolsa paulista, em um cenário de otimismo com a recuperação da economia brasileira. Os juros baixos e o resultado acima do esperado das vendas do varejo em maio sustentam o desempenho. Destaque para Via Varejo (SA:VVAR3), que chegou a ser negociada a R$ 17,61, maior valor histórico. Ao final do pregão, Lojas Americanas (SA:LAME4) tiveram valorização de 9,78%, e Via Varejo somou 7,20%. Já B2W (SA:BTOW3) avançou 4,13%; e Magazine Luiza (SA:MGLU3), 3,29%. Na véspera, o IBGE divulgou que o volume de vendas do varejo cresceu 13,9% em maio, maior crescimento desde o início da série histórica, em janeiro de 2000. A alta foi insuficiente para o setor recuperar as perdas de março e abril, que refletiram os efeitos do isolamento social para controle da pandemia de Covid-19. No acumulado do ano, o varejo registrou queda de 3,9%. Já nos últimos 12 meses, o cenário é de estabilidade (0%). O gerente da PMC, Cristiano Santos, explica que os números positivos aparecem após o mês em que foi registrado o pior patamar de vendas da série histórica (-16,3%). “Foi um crescimento grande percentualmente, mas temos que ver que a base de comparação foi muito baixa. Se observamos apenas o indicador mensal, temos um cenário de crescimento, mas ao olhar para os outros indicadores, como a comparação com o mesmo mês do ano anterior, vemos que o cenário é de queda”, analisa. A pesquisa aponta uma perda de ritmo dos impactos do isolamento social no comércio. De todas as empresas coletadas pela pesquisa, 18,1% relataram impacto do isolamento em suas receitas em maio. Em abril, esse número era 28,1%, o maior percentual desde o início da pandemia. Com isso, há a indicação de crescimento nas atividades dessas empresas.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content