Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
BDRs

Um mês depois da liberação para pessoa física, XP faz balanço sobre BDRs

23 novembro 2020 - 13h15Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - Um mês depois da liberação da negociação de BDRs, recibos de ações estrangeiras disponíveis na B3 (SA:B3SA3), por investidores pessoa física, o volume total de negociação subiu muito: antes da abertura, todos os BDRs listados negociavam, em média R$ 118,8 milhões por dia. No último mês, esse valor saltou para R$ 212 milhões por dia, segundo relatório de balanço da XP do último sábado (21).

A liquidez desses papéis tem subido muito, e os investidores têm optado por investir em empresas que já eram mais líquidas: “enquanto o mercado como um todo aumentou o volume em 20%, as 40 principais aumentaram em 111% e passaram a representar 87% da liquidez total”, explica o relatório.

Um exemplo disso é que as cinco maiores empresas dos EUA, Facebook (SA:FBOK34), Apple (SA:AAPL34), Amazon (SA:AMZO34), Microsoft (SA:MSFT34) e Google (SA:GOGL34), viram sua liquidez sobrar, alcançando R$ 58 milhões por dia, e hoje correspondem a 27% de todo o volume negociado no mercado.

Outros papéis que se destacaram nesse quesito foram Tesla (SA:TSLA34), que triplicou a liquidez para R$ 19 milhões por dia na média do mês, e o Mercado Livre (SA:MELI34), BDR mais negociado, com R$ 22 milhões por dia.

Além disso, a corretora destaca a busca dos investidores brasileiros de usar as BDRs para se expor a setores pouco representados no Brasil. O Alibaba (SA:BABA34) teve alta de 361% em seu volume, o que evidencia o interesse pelo mercado chinês, e a Disney (SA:DISB34) ultrapassou os R$ 5 milhões em volume por dia, mostrando o interesse no setor de streaming.

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: