Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
TAURUS

Taurus recua quase 7% após reverter lucro e registrar prejuízo de R$ 157,1 milhões

29 junho 2020 - 14h26Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - No começo da tarde desta segunda-feira as ações da Taurus Armas (SA:TASA4) operam com perdas expressivas, depois de reportar que fechou o primeiro trimestre do ano com prejuízo líquido de R$ 157,1 milhões, sendo que no mesmo trimestre de 2019 teve ganhos de R$ 4 milhões. De acordo com a companhia, o resultado foi impactado por questões cambiais. Assim, por volta das 14h25, os ativos perdiam 6,71% a R$ 6,53. O balanço reporta que entre janeiro e março a fabricante de armas teve receita operacional líquida de R$ 298,3 milhões, um crescimento de 18,3%. Já a receita bruta do período teve 821% originadas na venda de armas no mercado internacional. No caso do lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebtida), o avanço no trimestre foi de 17,9%, indo para R$ 45,4 milhões. No entanto, a margem recuou 0,1 ponto percentual para 15,2%. Já as vendas de armas no Brasil somaram 52,1 mil unidades no primeiro trimestre, superando em 4,2% as vendas do trimestre anterior e mais do que dobrando (111,2%) em relação ao volume vendido no mesmo trimestre do ano passado. Renegociação A fabricante informou que vai assinar na quinta-feira um acordo com bancos para o adiamento do pagamento de R$ 123 milhões referentes à terceira emissão de debêntures da companhia, realizada em 2019. O pagamento do principal, que ocorreria neste mês, será adequado ao fluxo de caixa futuro e diluído nos próximos 31 meses. No começo do mês, a Taurus tinha aprovado em seu conselho a assinatura de um perdão por não cumprimento de obrigações contratuais, no qual solicitava a dispensa do cumprimento de pagamento da prestação de junho de 2020 até 31 de agosto deste ano.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: