sábado, 27 de novembro de 2021
Mercado

Stockbeat: Adidas sai na frente, mercado aguarda a folha de pagamentos dos EUA

03 maio 2019 - 07h28Por Investing.com

Por Geoffrey Smith

 

Investing.com - Para uma empresa supostamente exposta às tendências globais de desaceleração do crescimento e aumento da renda, a Adidas (DE:ADSGN) está indo muito bem.

 

As ações da empresa alemã de material esportivo atingiram uma nova alta recorde na sexta-feira, subindo mais de 7% após relatar um aumento de 17% no lucro líquido nos três meses até março, apesar da queda nas vendas em seu mercado doméstico na Europa e uma desaceleração na América do Norte devido a gargalos na cadeia de suprimentos.

 

O lucro líquido da Adidas ficou 11% acima das previsões em 632 milhões de euros (US$ 708 milhões), um aumento de 4% em relação ao ano anterior, quando ajustado pelas oscilações cambiais.

O seu dinheiro não pode ficar nem mais um minuto sem render! Abra uma conta na Órama e comece a investir!

 

E é melhor vir, de acordo com o CEO Kasper Rorsted.

 

Rorsted disse à CNBC que a empresa terá como meta entregar um crescimento de vendas de pouco menos de 10% no futuro, quando superar o que ele espera que seja "temporário" nos problemas da cadeia de suprimentos.

 

"Estamos em uma situação em que a demanda é maior do que a oferta", disse Rorsted.

"Deveríamos ter administrado isso melhor, mas ainda assim, é uma situação melhor do que a inversa, onde a oferta é maior que a demanda."

 

Em outras partes da Europa, nesta manhã, os mercados estavam de volta em bom humor após consolidar altas de quase nove meses na quinta-feira. A referência, o Euro STOXX 600 subia 0.4%, com 391,42 pontos, enquanto o FTSE 100 subia 0,8% e o DAX de Alemanha subia 0,4%.

 

As negociações em geral foram tranquilas, pois o mercado aguardava o relatório de emprego nos EUA, às 9h30 (horário de Brasília).

 

As ações dos bancos foram levantadas por ganhos melhores do que os esperados do Societe Generale (PA:SOGN) e do, mais focado na Ásia, HSBC (NYSE:HSBC), enquanto o Barclays (LON:BARC) ficou pouco mudado depois que o investidor ativista Edward Bramson foi derrotado em sua busca por um lugar no conselho.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content