Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
xp shoppings

Mesmo com crise no setor de shoppings, XP recomenda compra de cotas. Confira quais

23 abril 2020 - 15h19Por Redação SpaceMoney

A XP Investimentos revisa mais uma vez suas estimativas para fundos imobiliários de shoppings centers. Em relatório publicado nesta quinta-feira (23), analistas recomendam compra dos fundos Hedge Brasil e a preferida, HSI; enquanto permanecem neutros sobre Vinci Shopping Centers e Malls Brasil Plural. Hedge Brasil Shopping (HGBS11) é recomendado com preço-alvo de R$264/cota, assim como o queridinho HSI Malls (HSML11), alvo de R$ 105/cota. XP dá preferência ao HSM Malls. Por outro lado, Malls Brasil Plural (MALL11) tem recomendação neutra e alvo de R$ 90/cota. XP dá a mesma avaliação para o fundo Vinci Shopping Centers (VISC11), com alvo de R$111/cota. Apesar do impacto iminente em shoppings devido aos efeitos do coronavírus, a XP acredita que os descontos no valor das cotas são "atrativos" em comparação aos seus valores patrimoniais. Por enquanto, os fundos mal conseguem pagam seus dividendos, mas o ganho de capital será significativo no longo prazo, diz. A crise que o setor de shoppings enfrenta acontece principalmente porque as atividades estão suspensas em praticamente todos os centers do país, consequência das medidas de isolamento social. Aluguéis de lojistas são negociados com desconto ou adiados para manter a adimplência e o fundo de promoção controlados. "Acreditamos que haverão impactos mesmo após a reabertura dos shoppings tanto no lado social como o fluxo de pessoas aquém do período pré-crise quanto do lado econômico como a possibilidade de aumento de concessões como descontos, aumento da vacância e inadimplência devido à deterioração financeira dos lojistas." Com otimismo, analistas da corretora dizem que o setor deve estar preparado para se recuperar da crise. "É esperado que haja queda nos descontos e concessões aos lojistas, aumento na taxa de ocupação e queda na inadimplência ao decorrer da recuperação do varejo e do consumo brasileiro", escrevem no artigo.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: