segunda, 06 de dezembro de 2021
Ações recomendadas

Vale reporta resultados robustos com demanda da China; veja o que dizem os analistas

26 fevereiro 2021 - 12h05Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - Os papéis da Vale (SA:VALE3) subiam 0,33% no início da tarde desta sexta-feira (26) após a mineradora reportar lucro líquido de R$ 4,83 bilhões no quarto trimestre do ano passado, revertendo prejuízo de R$ 6,4 bilhões anotados no mesmo intervalo de 2019. Segundo analistas, o balanço veio em linha ou acima das expectativas por conta da demanda aquecida na China e dos preços elevados para o minério de ferro.

Perto das 12h10, a ação era negociada a R$ 96,03. O papel acumula alta de 3,57% nos últimos trinta dias e de 125% nas últimas 52 semanas.

Segundo os analistas da Mirae Asset, o resultado da mineradora brasileira foi bom e confirmou as expectativas operacionais. Eles destacaram o anúncio de remuneração aos acionistas de R$ 4,2623 por ação, a partir de 6 de março, e mantiveram a recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 111 para o papel.

Já a Ativa Investimentos disse, em nota, que os resultados ficaram acima do esperado, com impulso da demanda chinesa, cujo recorde de produção de aço no país levou o preço do minério de ferro a patamares muito elevados a partir do segundo semestre de 2020.

Os analistas apontaram para o cenário externo favorável, com receita líquida avançando 92% na base anual junto a uma “excelente margem bruta” de 61%, que levou a companhia a apresentar lucro operacional positivo apesar do evento de Brumadinho.

A XP Investimentos também apontou para a alta dos preços do minério de ferro como a grande causa dos resultados fortes da mineradora, cuja recomendação foi reiterada em compra, com preço-alvo de R$ 122.

Os analistas destacaram que o papel deve negociar com um prêmio versus os pares por conta de mudanças estruturais no setor siderúrgico na China, que favorecem os prêmios de qualidade e, portanto, os produtos da Vale, pela tendência de queda para os custos no longo prazo com a retomada das operações e pela forte distribuição de dividendos.

Já o Safra também manteve a recomendação de compra para a ação por esperar que a empresa continue a se beneficiar de preços favoráveis, que devem segurar uma boa geração de caixa, abrindo espaço para bons pagamentos de dividendos.

O preço-alvo do banco é de R$ 98 para o papel, que, segundo eles, considerando “conservadoramente” o minério de ferro médio em US$100/t em 2021, deve entregar dividendos totais de US$ 8 bilhões no ano - rendimento potencial dobrado do anunciado até então.

Dentre os riscos, os analistas pontuam uma possível desaceleração do mercado chinês, o aumento da volatilidade dos preços das commodities, as flutuações cambiais e um possível, “mas improvável”, intervenção do governo.

Veja como as ações operaram hoje no Ibovespa

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content