terça, 28 de maio de 2024
Ações Recomendadas

Movida (MOVI3) traça metas para recuperar crescimento em 2024 e BTG Pactual analisa viabilidade

Banco manteve recomendação de compra nas ações da companhia, por enxergar esforços necessários para o objetivo

16 abril 2024 - 11h00Por José Chacon
 - Crédito: Divulgação/Movida

A Movida (MOVI3) traçou suas metas operacionais para o ano de 2024, na apresentação de resultados do quarto trimestre, em uma estratégia voltada para impulsionar sua rentabilidade.

Em análise, o BTG Pactual destacou os principais pontos dessa formalização e suas implicações para a empresa no atual cenário econômico.

Entre os objetivos estipulados pela empresa, destaca-se o aumento esperado para 4,2% no rendimento mensal do RAC (Rent a Car), em comparação com os 3,7% registrados em 2023.

Além disso, a Movida pretende reduzir os descontos aplicados à tabela FIPE para carros usados, estabelecendo-os em 5,5% no varejo e 16,5% no atacado.

Outro ponto-chave é a meta de aumentar o segmento GTF para 60% do capital investido até o final de 2024.

Para o banco, essas metas evidencia o comprometimento da companhia em alcançar resultados sólidos, mesmo em um contexto marcado pela volatilidade, como observado no último trimestre.

O BTG Pactual avalia que esse período turbulento permitiu à Movida reorganizar seus resultados, preparando-se para um retorno à lucratividade ao longo de 2024.

Para atingir esses objetivos, a Movida traçou uma série de metas operacionais detalhadas, incluindo a expansão do rendimento mensal do RAC e o aumento das vendas de carros usados no varejo.

"A empresa também concentrará esforços na expansão do segmento GTF, visando melhorar a previsibilidade e estabilidade dos resultados", disse o BTG.

"As perspectivas de uma visão melhorada são reforçadas pela alocação de capital para a divisão de frota, que apresenta melhores indicadores econômicos unitários e uma maior estabilidade de receita", acrescenta o banco.

Além disso, o banco destaca que a Movida segue uma tendência de mercado ao focar na melhoria do rendimento do RAC, em linha com práticas observadas em empresas do setor, como a Localiza.

Apesar do otimismo em relação à trajetória da empresa, o BTG Pactual observa que alguns investidores podem preferir aguardar resultados mais consistentes antes de aumentar sua confiança na Movida.

No entanto, o banco mantém uma recomendação de compra para as ações MOVI3, destacando seu potencial de recuperação e crescimento em um ambiente econômico normalizado.