Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
Ação recomendada

Movida: Ainda que pequena, aquisição da Vox é acertada; BTG recomenda Compra

18 janeiro 2021 - 13h21Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - O BTG Pactual recebeu com bons olhos a notícia da intenção da Movida (SA:MOVI3) de adquirir 100% da companhia de gestão de frotas Vox, por R$ 89 milhões. Assim, o banco mantém sua recomendação de Compra para a ação, com preço-alvo de R$ 25.

No meio do pregão desta segunda-feira, às 13h30, o papel tinha forte alta de 5,10%, a R$ 21,44, tendo registrado R$ 20,85 na mínima e R$ 21,70 na máxima do dia. O Ibovespa operava em alta de 1,39%, aos 122.022 pontos.

Na visão do banco, “o movimento dá à Movida uma interessante avenida de crescimento em um momento de falta de oferta de veículos no país” e aumenta a exposição da companhia ao resiliente setor de gestão de frotas. 

A Vox tem 1,8 mil carros em sua frota, que é focada no segmento premium, com média de tarifas e lucratividade mais altas. 

Os números ainda não auditados de 2020 sugerem que a companhia registrou receita líquida de R$ 53 milhões, Ebitda de R$ 22 milhões, margem Ebitda de 42%, lucro líquido de R$ 9 milhões e dívida líquida/Ebitda de 2,3x. Os resultados indicam, para o banco, a resiliência do setor em um momento de crise.

Por ser uma transação pequena, o BTG diz não esperar restrições do Cade.

Mesmo antes do anúncio da aquisição, o BTG já tinha uma visão positiva em relação à Movida, devido à expansão da frota após a crise da Covid-19; à expectativa de que a entrada em novos segmentos entregue crescimento considerável; e à melhor execução, que vem ajudando a fechar o intervalo em relação aos concorrentes. 

O banco aponta ainda que a ação está sendo negociada com desconto em relação à média do setor.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: