segunda, 15 de agosto de 2022
[E-BOOK - COMO INVESTIR 50K - SPACENOW DESKTOP - 200X74]
Recomendações

Light (LIGT3) despenca após balanço do 1º tri, apesar de EBITDA acima do consenso

Indicador apura ganhos de R$ 517 milhões, 12% superior ao que a média dos analistas projetava

12 maio 2022 - 16h36Por Redação SpaceMoney
[HURST - MODELO 2 - BILBOARD TOPO 2 -970 X 250 CANAIS]

Às 16:13 desta quinta-feira (12), as ações de Light (LIGT3) caíam 8,72%, ao preço de R$ 7,96 cada. O movimento sucedia a divulgação do balanço do primeiro trimestre da companhia.

A companhia registrou um prejuízo líquido de R$ 106 milhões, em um agravamento às perdas de R$ 42 milhões apuradas entre janeiro e março retrasados. O Banco Safra estimava que a companhia informasse um prejuízo de R$ 122 milhões.

O EBITDA (sigla para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 517 milhões, 9% abaixo do que o Safra estimava, porém 12% superior ao que a média dos analistas projetava.

O resultado foi afetado por R$ 46 milhões negativos provenientes da atualização do ativo financeiro, sem impacto no caixa.

A empresa apresentou melhorias nas despesas, inadimplência e controle de perdas.

O Safra avalia que a nova gestão implementa o turnaround da concessão e esse processo deve levar tempo para acelerar. Por isso, mantém uma postura conservadora no curto prazo, antes de ter mais visibilidade sobre as potenciais melhorias das operações da Light.

[HURST -  MODELO 2 - SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

O Safra mantém recomendação neutra para LIGT3 e preço-alvo de R$ 15,80.

Vê como riscos a empresa as condições de revisão tarifária desfavoráveis, um possível aumento das taxas de perda de energia, deterioração das condições sociais e uma possível não renovação do contrato de concessão, o que poderia abrir uma grande discussão sobre o ressarcimento da base de ativos regulatórios, com resultado e prazo incertos.

Mas analistas pontuam como fatores positivos o fato de que a empresa depende de uma melhoria sustentada na geração de caixa decorrente de menores taxas de inadimplência e nível de perdas de energia e o processo bem-sucedido de revisão tarifária, onde eles aumentaram as perdas regulatórias de energia, o que cria valor para a empresa.

[HURST -  MODELO 4 - SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

 

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: