quarta, 06 de julho de 2022
[IPE NECTON - SPACENOW DESKTOP]
Recomendações

JBS (JBSS3) se valoriza em 20% em um ano. Vale a pena investir?

Na semana passada, a companhia informou um lucro líquido de R$ 5,14 bilhões no primeiro trimestre de 2022

18 maio 2022 - 11h36Por Redação SpaceMoney
IPE - NECTON - BILBOARD TOPO 2 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS E DEMAIS]
Fachada de prédio da JBSFachada de prédio da JBS - Crédito: JBS/Divulgação

Nesta quarta-feira (18), as ações da JBS (JBSS3) caíam 0,78%, ao preço de R$ 35,54 cada. Entretanto, no acumulado em doze meses, os papéis já se valorizaram em 20,07%, até às 11:20.

Na semana passada, a companhia informou um lucro líquido de R$ 5,14 bilhões no primeiro trimestre de 2022. O montante representa uma alta de 151,4% em ganhos na comparação com o mesmo período do ano passado.

Na ocasião, a companhia ainda anunciou a distribuição de R$ 2,2 bilhões em dividendos e o cancelamento de cerca de 26,6 milhões de ações mantidas em tesouraria e o início de um novo programa de recompra, com duração de dezoito meses e que pode negociar até 113,5 milhões de papéis - 1,1 bilhão estão em circulação.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

Após a divulgação do balanço, analistas trouxeram suas percepções sobre os números da empresa. 

Para o Credit Suisse, a empresa apresentou bons resultados, com o destaque para o EBITDA (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) consolidado (R$ 10 bilhões), que superou os números de consenso do mercado da Bloomberg em 6%.

O Credit Suisse reiterou recomendação outperform para JBS (JBSS3), com preço-alvo de R$ 45,00.

[NECTON IPE -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

a Eleven manteve sua recomendação neutra para a JBS (JBSS3), com preço-alvo de R$ 36,00. Analistas destacaram a influência negativa da Seara sobre os números, já que a empresa sofre em um cenário onde os custos são pressionados.

Enquanto isso, o Goldman Sachs destacou que, apesar das preocupações contínuas do mercado em relação à sustentabilidade das margens de carne bovina nos EUA, a lucratividade apresentou maior crescimento ano a ano, principalmente impulsionada pela demanda (em linha com comentários recentes da Marfrig e Tyson).

Na avaliação do banco, os resultados sólidos do PPC, bons volumes de exportação dentro da JBS Brasil e a relativa resiliência da Seara deram mais um impulso a JBS.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250 - TESTE A/B - 22-6-2022]

Com resultados acima das expectativas, as perspectivas positivas para os EUA, o anúncio da distribuição de dividendos intermediários (2,8% de rendimento) e o lançamento de um novo programa de recompra (113,50 milhões de ações), o Goldman Sachs reiterou sua classificação de compra para JBS (JBSS3), com preço-alvo de R$ 51,00.

A Genial Investimentos reiterou recomendação de compra para JBSS3, com preço-alvo de R$ 50,00 para a ação.

Contudo, a corretora acredita que a companhia ainda vai sofrer para se valorizar no curto prazo, por conta da pressão vendedora do BNDES, que continua a vender ações da JBS em grandes quantias e impedem qualquer valorização mais robusta.

Entretanto, assim que o ciclo chegar ao seu fim e uma vez que o BNDES conclua seu processo de desinvestimento, a ação tem bastante espaço para valorizar. 

A XP destacou que US Beef + Australia, PPC e US Pork permaneceram fortes e bem acima dos níveis históricos, enquanto Friboi se recuperou. 

Dessa forma, reiteram sua recomendação de compra em JBSS3, com preço-alvo de R$ 51,80 por ação, e reforçaram a posição da empresa como Top Pick no setor de proteínas.

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content