Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Recomendação

Gol: BTG reitera compra; destaca geração de caixa e possível fusão com a Smiles

08 dezembro 2020 - 18h28Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - Depois da análise dos números da Gol (SA:GOLL4) para novembro e de sua possível fusão com a Smiles (SA:SMLS3), o BTG Pactual reiterou, em relatório distribuído nesta terça-feira (8), sua recomendação de Compra para a ação da companhia aérea, com preço-alvo de R$ 31.

O papel fechou com baixa de 0,89%, a R$ 27,69, após ter registrado R$ 27,54 na mínima e R$ 29,03 na máxima do dia, com R$ 322,28 milhões em volume negociado. O Ibovespa subiu 0,06%, aos 113.660 pontos.

Na visão do banco, os números apresentados são positivos e confirmam que o plano de recuperação da companhia já está em curso. Assim, o BTG confirma a Gol como top pick do setor, considerando também que a companhia tem exposição menor que as concorrentes ao mercado internacional; manteve liquidez mais forte durante a crise; conduziu um programa melhor de redução de frota; e diminuiu os riscos do investimento com o pagamento de dívidas.

O banco aponta ainda que atualizações sobre a emissão do empréstimo do BNDES e outras alternativas de financiamento permanecem um importante catalisador no curto prazo.

Números de novembro

Dos números de novembro divulgados pela Gol, o BTG destaca o aumento de 2% no número diário de voos, para 369; a alta de 35% na demanda por passagens aéreas; a ocupação de 85%, versus 78% no mês anterior; a projeção de 480 voos diários para dezembro; a redução da frota em 18 aeronaves alugadas; e a geração de caixa, registrada pelo primeiro mês desde o início da pandemia de Covid-19.

O banco também chamou a atenção para a redução de custos: a Gol planeja manter seu gasto com pessoal em 40% dos níveis pré-pandemia no quarto trimestre, e a conversão de grande parte dos custos fixos com folha de pagamento e frota em custos variáveis também joga a favor da companhia. Ainda nesse âmbito, a aprovação da retomada da operação de aeronaves Boeing 737 MAX pela Anac permitirá ganhos de eficiência na ordem de 15%, pois o modelo consome menos combustível do que os demais na frota da empresa.

Em termos de frota, a Gol anunciou que pretende devolver mais duas aeronaves alugadas em dezembro, e que pode reduzir sua frota em mais 30 aeronaves entre 2021 e 2022 se necessário.

O consumo de caixa e a liquidez também foram pontos de destaque. A Gol terminou novembro com cerca de R$ 2,3 bilhões em liquidez total. Durante o mês, a companhia gerou R$ 3 milhões por dia em caixa líquido.

Outro fator importante foi o aumento de vendas, de 20% mês a mês, assim como a receita com passageiros, que também subiu 20%.

Smiles

Sobre a proposta de fusão com a Smiles, por sua vez, o banco diz que, se aprovada, deve beneficiar a Gol ao criar um programa de fidelidade mais competitivo, uma maior flexibilidade nas transações relacionadas à Smiles, sinergias fiscais e o fim da falta de alinhamento da governança.

Na visão do BTG, ainda que a incorporação da Smiles não seja um assunto novo, ela é positiva para a Gol, sobretudo em termos de taxa de liquidez e de um melhor regime fiscal.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: