Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ações recomendadas

Ativa reduz exposição a setores afetados por Covid-19; veja carteira de abril

A corretora também trocou as ações do GPA pelas do Grupo Mateus no portfólio

01 abril 2021 - 11h24Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - A investimentos/">Ativa Investimentos trocou as ações do GPA (SA:PCAR3) pelas do Grupo Mateus (SA:GMAT3) na carteira recomendada de abril, divulgada nesta quinta-feira (1), e mudou a exposição a alguns setores para reduzir impacto da pandemia e das medidas de isolamento social.

Com isso, aumentaram a exposição a Vale (SA:VALE3), Bradesco (SA:BBDC4) e Klabin (SA:KLBN11), empresas que possuem uma história singular, ou seja, com o crescimento menos dependente de fatores externos, como político ou Covid, e mais dependente de sua capacidade de execução.

Eles ainda diminuíram a exposição a Lojas Renner (SA:LREN3), Azul (SA:AZUL4) e Yduqs (SA:YDUQ3).

Sobre o Grupo Mateus, eles escrevem que a empresa vem entregando um forte e
acertivo crescimento orgânico na região Norte e Nordeste e que tem, para os próximos anos, um ambicioso plano de expansão das lojas para demais cidades e estados das regiões.

A Ativa Investimentos considera que a maior parcela da volatilidade nos mercados vem do avanço da segunda onda do Covid no Brasil, que tem alcançado números muito elevados e obrigando os governantes a tomarem medidas de isolamento social para conter o avanço do vírus.

Segundo os analistas, essas medidas carregam potencial para afetar os resultados de diversas empresas, principalmente aquelas que dependem do fluxo de pessoas, trazendo alguma incerteza quanto à recuperação, que já vínhamos observando, das expectativas de resultado futuro das companhias.

Eles observaram que o lucro esperado das empresas do Ibovespa tem experimentado, desde o início da temporada de resultados do 4º trimestre de 2020, forte recuperação e, em direção contrária, o Ibovespa tem recuado, resultando em uma relação preço/lucro abaixo da média histórica.

Com isso, escrevem, há uma assimetria significativa entre os fundamentos e o preço dos ativos.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: