terça, 07 de dezembro de 2021
finançaspessoais

Ranking Be On - Robô de mini dólar lidera em abril com mais de 50% de retorno

05 maio 2020 - 17h13Por Redação SpaceMoney

A plataforma de investimentos automatizados Be On divulgou nesta terça-feira (5) o ranking dos cinco robôs traders que obtiveram maior rentabilidade durante o mês de abril de 2020. E na ponta, mais uma vez (repetindo março, quando rendeu 50,3%), ficou o Centauri, com 55,3% de retorno. Esse robô opera contratos de mini dólar, com objetivos extremamente longos e sempre apostando em consistentes altas do dólar. Isso significa que quando ele perde, perde muito; mas quando ganha, ganha ainda mais. Essa foi uma característica determinante para que ele tivesse o sucesso que teve neste mês de abril. “É inegável que a crise do coronavírus e a enorme instabilidade política interna tiveram forte influência no atingimento de patamares históricos do preço do dólar. Enquanto muitos países adotam estratégias claras de contenção da pandemia, o mesmo comportamento não é adotado pelo governo brasileiro, o que enfraquece a moeda brasileira”, explica o CEO da Be On, Felipe Tokarski. Ranking Be On de robôs de investimentos - abril/2020

Mini índice

Já entre os robôs que operam o mini índice Bovespa (WIN), pode-se observar dois momentos muito distintos em abril. Durante a primeira quinzena do mês, o Kraz tirou vantagem das longas tendências de alta do índice. Realizando operações com objetivos longos unidirecionais na compra do WIN, não foi tão afetado pela altíssima volatilidade do Ibovespa. Já a segunda quinzena do mês foi marcada pela volatilidade, mas também por dias de queda. Foi aí que o robô Castor se destacou, com operações assertivas apostando na queda do WIN.  Ele mostrou porque é uma das estratégias mais antigas da plataforma, apresentando ótima relação risco x retorno no longo prazo. “É possível perceber que os dias de baixa volatilidade parecem uma realidade distante na Bolsa de Valores. Nesses momentos, os robôs tem sido ótimas alternativas para, com frieza e risco calculado, realizar operações na Bolsa – principalmente aqueles que realizam operações com objetivos de ganho e travas de perda mais longos”, comenta Tokarski. “Enquanto assistimos a muitos traders manuais e até fundos de investimentos quebrarem, o investidor inteligente se apropria da tecnologia e da diversificação para proteger seu capital e lucrar”, completa. Leia também: Muito além do daytrade: minicontratos também protegem contra oscilações
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content