Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
renda fixa no exterior

Quais as opções em renda fixa no exterior?

03 agosto 2020 - 14h30Por Redação SpaceMoney

Uma carteira diversificada não passa apenas por ter ativos diferentes, mas também por alocar em países diferentes. Existem diversas opções para investir em renda fixa no exterior e isso pode trazer mais rentabilidade e segurança para o seu portfólio. 

Primeiramente, porque, ao investir no exterior, você expõe seu dinheiro a diferentes contextos políticos e econômicos, que podem proteger a sua carteira da volatilidade nacional. Além disso, em outros países, há diversos produtos diferentes dos que os que temos no Brasil

Nesse sentido, investir em renda fixa no exterior também guarda semelhanças com os processos que o investidor brasileiro está acostumado. Trata-se de emprestar dinheiro para empresa ou governo por um período, para receber os prêmios do risco desse crédito concedido. 

Bonds norte-americanos

Esses títulos de renda fixa emitidos pelo governo dos Estados Unidos ou por empresas do país atraem investidores pela sua segurança. Parecidos com as debêntures e com o Tesouro Direto brasileiro, eles têm um prazo de vencimento maior, mas apresentam baixo risco. 

Os treasuries correspondem à dívidas do governo norte-americano, por exemplo, e têm duração entre um e 30 anos. Pela grande confiança do mercado na economia dos EUA, são vistos como os títulos mais seguros do mundo. Já parecidos com o nosso CDB, há os CDs, Certificate of Deposits. 

Para ter acesso a eles, é preciso abrir uma conta em corretora dos Estados Unidos. Também há ETFs (Exchange Traded Funds) que investem nesses títulos. 

Fundos de investimento

Da mesma forma, é possível investir em renda fixa no exterior é via fundos de investimento. Com assessoria de gestores e aportando em um mix de produtos, os investidores podem investir em bonds, por exemplo, sem tirar o dinheiro do país. 

Por fim, para alocar em renda fixa no exterior, valem as regras de sempre: estudar o investimento, balancear a carteira para amortecer riscos e levar em conta seu perfil de investidor, objetivos e capital disponível.

Este artigo foi produzido pela SpaceMoney e apareceu primeiro no App Renda Fixa

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: