domingo, 28 de novembro de 2021

Pedidos de seguro-desemprego nos EUA caem para 963 mil na semana passada

13 agosto 2020 - 09h49Por Investing.com

Por Noreen Burke

Investing.com - O número de norte-americanos que fizram pedidos iniciais de seguro-desemprego caiu para 963.000 na semana passada, em meio a preocupações constantes sobre a extensão das consequências da pandemia do coronavírus no mercado de trabalho.

O número é o menor total semanal de pedidos iniciais desde o final de março, quando bloqueios foram colocados em prática em todo o país para desacelerar a disseminação da Covid-19. Os economistas previam um declínio para 1,120 milhão.

O número de pedidos contínuos, que são relatados com uma semana de atraso em relação aos pedidos iniciais, diminuiu para 15,486 milhões. O número da semana anterior também foi revisado para baixo para 16,090 milhões.

Os dados são divulgados no momento em que democratas do Congresso e funcionários da Casa Branca permanecem em desacordo sobre o tamanho e o escopo do próximo projeto de lei de alívio fiscal do coronavírus, com os lados sendo vistos como tendo pelo menos US$ 2 trilhões de diferença.

Os investidores estão preocupados que a expiração do mês passado dos US$ 600 extras em benefícios de seguro-desemprego afetará os gastos do consumidor e prejudicará a recuperação econômica.

A presidente do Federal Reserve Bank de São Francisco, Mary Daly, disse na quarta-feira que a recuperação econômica será lenta e gradual, dependendo de como o vírus progredir, e acrescentou que ela não espera uma recuperação em forma de V.

Quaisquer políticas que possam encorajar os consumidores a continuar gastando durante a recessão ajudará na recuperação, disse Daly.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content