terça, 07 de dezembro de 2021
Sem mudanças

Padrão de vida no Brasil deve ficar estagnado pelos próximos 40 anos, estima OCDE

Organização diz que reformas estruturais podem ajudar em avanço

20 outubro 2021 - 09h30Por Redação SpaceMoney

O padrão de vida dos brasileiros deverá ficar praticamente estagnado pelos próximos 40 anos, segundo uma projeção da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) divulgada nesta terça-feira (19).

Atualmente, o padrão de vida no Brasil equivale a 23% do observado nos Estados Unidos, de acordo com as estimativas da organização. A projeção é de que essa porcentagem suba para apenas 27% até 2060 se não houver a implementação de reformas estruturais no país.

Esse avanço é praticamente irrelevante se comparado a outros países do G20, grupo com as principais economias do mundo. Por exemplo, na China, o padrão de vida deverá passar de 26% do observado nos Estados Unidos hoje para 51% em 2060. No México, de 29% para 37%. Na África do Sul, de 18% para 28%.

De acordo com a OCDE, os países com economias emergentes podem acelerar esse avanço nos padrões de vida se forem feitas reformas necessárias.

A organização ainda alertou para um maior impacto do comércio exterior no Brasil, diante das tarifas de importação cada vez mais altas. Segundo a OCDE, de 2030 a 2060 deverá haver uma queda de 0,2% na fatia da população ativa no mercado de trabalho brasileiro.

Por fim, a organização disse que o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil deverá ser de 1,1% ao ano na década de 2020 a 2030 e passar para 1,4% de 2030 a 2060.

*Com informações do Poder360

Tags: brasil, OCDE, PIB

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content