Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
moody pib

Moody's: política sobre coronavírus atenua perdas na economia, mas tem "custo fiscal"

27 março 2020 - 17h31Por Redação SpaceMoney

A Moody's Corporation acredita que as medidas do governo brasileiro para conter os impactos sociais do coronavírus conterão as perdas na atividade econômica, mas terá custo fiscal, como dito em relatório divulgado nesta semana. Para a instituição, a capacidade da União de dar respostas mais fortes é limitada por causa do déficit fiscal, projetado em torno de 7% em 2020 por especialistas. Mas analistas também acreditam que "a resposta do governo permanece dentro do limite de gastos e mantém o apoio à ampla agenda de reformas fiscais e estruturais do Brasil." Entre as mudanças citadas, está a aprovação de Estado de calamidade pública pelo Senado, que permite desvios da meta fiscal, e o pacote de medidas anunciado pelo Ministério da Economia, que disponibiliza e realoca R$ 150 bilhões para conter os impactos da pandemia. O governo também revisou a previsão de crescimento para 0,02% no dia 20 de março, quando antes era prevista evolução de 2% no Produto Interno Bruto (PIB). "O Banco Central estima que as medidas de política monetária permitirão aos bancos expandir a oferta de crédito em cerca de R$ 637 bilhões, o que equivale a 9% do PIB. No entanto, o impacto no investimento e no consumo provavelmente será limitado devido à demanda doméstica reduzida como resultado de medidas de contenção de vírus", dizem analistas.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: