Menu
Busca quarta, 22 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
marfrig ações

Marfrig salta mais de 5% após recomendação de compra pelo Credit Suisse

07 maio 2020 - 12h41Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - Depois de chegar a subir quase 10% nos primeiros negócios do dia, as ações da Marfrig (SA:MRFG3) perderam força com a virada do Ibovespa para o negativo hoje, mas os papéis do frigorífico seguem com forte valorização. O mercado reage de forma positiva ao início da cobertura dos papéis pelo Creidt Suisse, com recomendação de compra e preço-alvo em R$ 16. Com isso, por volta das 11h34, os papéis somavam 5,12% a R$ 13,34, enquanto o Ibovespa registrava perdas. Somente no ano, as ações da Marfrig acumulam alta de cerca de 33%, segundo melhor despenho do Ibovespa atrá da B2W (+39%). O banco de investimento apontou como uma das justificavas para a recomendação de compra a alta exposição da companhia ao mercado americano. O país tem enfrentado uma série de problemas nas plantas de carne bovina devido aos problemas com o coronavírus. Com isso, o mercado brasileiro pode ser um importante fornecedor para o momento. A equipe do banco também considera o valuation atrativo, o que faz com que o potencial de valorização, considerando o valor de fechamento da véspera seja de 28%. No começo da semana foi noticiado que as exportações brasileiras de carne bovina subiram 2,9% em abril, enquanto as vendas externas da proteína suína avançaram 17,5% e os embarques de carne de aves caíram quase 4%, de acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex). A China voltou a intensificar compras das carnes bovina e suína do Brasil desde meados de março, quando a pandemia do coronavírus começou a dar sinais de controle no país. Os números mostram que São Paulo e Santa Catarina aumentaram exportação aos EUA. Somente em abril deste ano, segundo o Ministério da Economia houve aumento da exportação para China em 27,9%. Outro fator que pode favorecer o setor é a ameaça do presidente americano Donald Trump de interromper o acordo comercial com a China.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: