quarta, 26 de janeiro de 2022
Oferta pública inicial

IPO: Kora Saúde (KRSA3) retoma processo via oferta restrita, que pode movimentar R$ 1,5 bilhão

Companhia informa a precificação de suas ações na próxima quarta-feira, 11 de agosto, e estreia na B3 (B3SA3) na próxima sexta-feira, 13 de agosto

09 agosto 2021 - 11h26Por Redação SpaceMoney

A Kora Saúde (KRSA3) aprovou a realização de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), com esforços restritos de colocação, ou seja, apenas para investidores qualificados.

Segundo a companhia, a faixa indicativa por ação ordinária da companhia estará entre R$ 7,20 a R$ 9,96. Considerados o preço médio da faixa de R$ 8,58 e a oferta-base da distribuição primária de 97,2 milhões de ações ordinárias, o montante arrecadado será de R$ 834,1 milhões.

Somadas as ações adicionais (71,4% do total iniciamente ofertado) e o lote suplementar (até 15% do total inicialmente ofertado), o IPO da Kora Saúde pode movimentar R$ 1,5 bilhão.

De acordo com a companhia, os recursos serão utilizados para aquisição de ativos, ampliação dos ativos já existentes e instalação de novos hospitais, além de expansão de outros segmentos hospitalares, como oncologia e diagnóstico.

Coordenam a oferta Itaú BBA (ITUB4), Bradesco BBI (BBDC4), XP Investimentos, Santander Brasil (SANB11), JPMorgan, UBS Brasil e Banco Safra.

A fixação do preço ocorre na próxima quarta-feira, 11 de agosto, e as ações da Kora Saúde estão previstas para serem inicialmente negociadas na B3 (B3SA3) na próxima sexta-feira, 13 de agosto, com o código KRSA3.

Em abril, a companhia havia interrompido o processo de IPO.

Em 2020, a companhia possuía onze hospitais próprios, com um total de 1.272 leitos, nos estados do Espírito Santo, do Mato Grosso e do Tocantins, e no Distrito Federal.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content