sexta, 03 de dezembro de 2021

Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana

16 janeiro 2019 - 09h26Por Agência Brasil

Mais de mil hondurenhos partiram há dois dias da cidade hondurenha de San Pedro Sula, na tentativa de chegar aos Estados Unidos (EUA). Porém, segundo os imigrantes, houve obstáculos à passagem deles pelas autoridades de Honduras. De acordo com informações oficiais da Guatemala, pelo menos 709 hondurenhos da caravana cruzaram a fronteira.

As autoridades hondurenhas intensificaram as medidas de controle de imigração em Agua Caliente, para impedir a passagem da caravana para a Guatemala. Foram instados 54 postos de controle nas fronteiras com a Guatemala e El Salvador.

Aproximadamente 1.500 hondurenhos, em dois grupos, saíram no último dia 14 de San Pedro Sula, no norte de Honduras, com a intenção de chegar aos Estados Unidos fugindo da violência e da crise econômica.

Organizações de direitos humanos em Honduras denunciaram a criminalização da caravana de migrantes pelo governo do presidente hondurenho, Juan Orlando Hernández.

Guatemala

Representantes da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), do México e do Triângulo Norte da América Central estabelecem hoje, durante reunião em El Salvador, as bases para implementar o Plano Integral de Desenvolvimento, a fim de prevenir a migração irregular.

O plano foi aprovado pelos presidentes da Guatemala, Jimmy Morales; de El Salvador, Salvador Sánchez Cerén; de Honduras, Juan Orlando Hernández, e do México, Andrés Manuel López Obrador, há 15 dias, na Cidade do México.

O Ministério das Relações Exteriores da Guatemala informou, em comunicado, que durante o encontro foram lançados os fundamentos do plano, que se baseiam em quatro etapas do ciclo migratório: origem, trânsito, destino e retorno da população migrante com perspectiva de direitos.

As autoridades reiteraram o compromisso de avançar no curto prazo na implementação dessa iniciativa e anunciaram que uma reunião interinstitucional será realizada na Guatemala, no final deste mês, para dar continuidade às discussões.

*Com informações da Telesur, emissora multiestatal com sede em Caracas, e AGN, agência pública de notícias da Guatemala

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content