Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
presidente

Ibovespa sobe 1,26% com cenário externo e julgamento no Supremo

06 junho 2019 - 21h23Por Angelo Pavini

Os mercados financeiros tiveram outro dia de otimismo com as bolsas em alta. Declarações do presidente americano Donald Trump, afirmando que poderia adiar as tarifas sobre produtos mexicanos, marcadas para entrar em vigor na segunda-feira, acalmaram os mercados internacionais. No fim do dia, porém, a Casa Branca anunciou que não houve avanços nas negociações com os mexicanos e a tarifa de 5% continua marcada para segunda.

Europa, juro estável e pacote econômico na China

Na Europa, o Banco Central Europeu (BCE) manteve juros inalterados e indicou que eles devem permanecer neste patamar até o primeiro semestre de 2020. Anunciou também um aumento no custo das linhas de repasse para os bancos emprestarem para empresas, e que passa de zero para 0,10% ao ano. Já na China, um novo pacote de estímulos foi divulgado para impulsionar o consumo de carros, eletrodomésticos e eletrônicos. O objetivo é conter a desaceleração da economia, afetada pela guerra comercial.

MP do Saneamento e previdência de Estados

No Brasil, o Senado aprovou a MP do saneamento, que segue para a Câmara e depois volta para avaliação final. E os governadores se articulam para apresentar uma carta de repúdio à retirada de Estados e municípios da reforma da Previdência, destaca o Banco Fator. Os deputados não querem assumir o ônus de mudar a previdência de Estados e municípios enquanto os parlamentares regionais podem posar de defensores dos funcionários públicos. A discussão é polêmica e já provocou o adiamento do parecer do relator da reforma para a semana que vem.

Supremo e a venda de subsidiárias de estatais

Mas as atenções estavam voltadas mesmo para o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) do caso envolvendo a venda de subsidiárias de estatais. O Supremo decidiu que a venda de subsidiárias não precisa de autorização do Legislativo e nem de licitação, o que deve liberar a venda da empresa de gás TAG da Petrobras por US$ 8,6 bilhões. Permitirá ainda as vendas e a reestruturação de outras estatais como Eletrobras ou Caixa Econômica Federal.

Ibovespa, 97 mil pontos

Com isso, o Índice Bovespa ganhou força hoje e votou para a casa dos 97 mil pontos. O Ibovespa fechou aos 97.204 pontos, em alta de 1,26%, acumulando +0,18% na semana (e no mês), +10,60% no ano e +27,70% em 12 meses.

Via Varejo sobe 6% com banco digital

Entre os destaques do dia, Via Varejo ON liderou as altas do Ibovespa após a empresa anunciar a criação de um banco digital. A ação ON da companhia aérea Azul veio em seguida, com alta de 5,10%. Cielo ON subiu 3,60%, MRV ON, 3,98% e B3 ON, 3,84%.

As maiores queda do dia foram das empresas de educação, Estácio ON, 3,11%, e Kroton ON, 3,57%. Braskem PNA segue em baixa, com perda de 2,35% hoje. IRB Brasil ON caiu 2,40% e Suzano ON, 1,64%.

Petrobras subiu 1,62%, com a recuperação dos preços das commodities no exterior, o que beneficiou também Vale ON, que subiu 0,85%. Bradesco PN subiu 2,19%, Banco do Brasil, 2,45% e Itaú Unibanco, 1,05% O volume negociado foi de R$ 12,938 bilhões.

Estrangeiros começam mês tirando R$ 1 bi da bolsa

Os investidores estrangeiros voltaram a retirar dinheiro da bolsa, com saída líquida de R$ 988,997 milhões no dia 4 de junho, o primeiro do mês. Com isso, o saldo desses investidores está negativo no acumulado do ano em R$ 5,151 bilhões.

Dow Jones sobe 0,71%

No exterior, o Índice Dow Jones subiu 0,71% e o Standard & Poor’s 500, 0,61%. O Nasdaq ganhou 0,53%. O petróleo WTI, negociado em Nova York, subiu 1,18%, para US$ 53,21. Na Europa, houve queda na Alemanha, com o DAX perdendo 0,23% e na França, com o CAC recuando 0,26%.

Dólar e juros caem

No mercado de dólar, a moeda americana recuou 0,28%, para R$ 3,883 para venda no mercado comercial. Com isso, o dólar acumula -1,07% no mês, +0,21% no ano e +1,20% em 12 meses, segundo o BB Investimentos.

Os juros futuros recuaram com a queda do dólar e a redução das tensões no exterior. Os contratos para janeiro de 2021 caíram 0,09 ponto percentual, para 6,39%, e para janeiro de 2025, 0,16%, para 7,85% ao ano.

O post Ibovespa sobe 1,26% com cenário externo e julgamento no Supremo apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: