Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
Ibovespa ao vivo

Ibovespa segue rali no exterior e sobe 2%; em forte queda, dólar chega a R$ 5,05

03 junho 2020 - 11h23Por Redação SpaceMoney

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, operava em alta durante o pregão desta quarta-feira (3), seguindo o otimismo dos mercados internacionais com as reaberturas, melhores dados econômicos e estabilização da pandemia. Por volta das 11h20, os ganhos eram de 2,4%, aos 93.235,65 pontos. O dólar voltava a cair, com o maior apetite ao risco. A moeda norte-americana registrava forte desvalorização de 2,72%, cotada a R$ 5,059. Veja os principais fatores que influenciam o mercado financeiro na sessão de hoje:

Mercados internacionais

No Japão, o índice Nikkei 225 fechou em alta de 1,29%. O Shangai Composite subiu 0,07%. Na Europa, DAX 30 ganhava 2,99% e FTSE 100 avançava 2,24%. CAC 40 tinha alta de 2,74%. Nos EUA, Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq subiam 1,05%, 0,86% e 0,49%, respectivamente.

Coronavírus

Além das reaberturas na Europa e Estados Unidos, as expectativas para uma vacina contra o novo coronavírus animam os investidores. Segundo a OMS, há mais de 100 produtos em desenvolvimento para este fim, com 10 deles em fase de testes em humanos. No entanto, no Brasil, houve recorde de mortes nas últimas 24 horas: 1282. No entanto, já há movimentos de flexibilização do isolamento no país, como na cidade do Rio de Janeiro. Estados como Amazonas e Ceará também já afrouxaram as medidas de restrição.

Dados econômicos

Na China, o setor de serviços mostrou recuperação, subindo de 44,4 para 55 no mês de maio. Na Europa, indicadores que englobam o setor industrial e de serviços também mostraram resultados animadores, com alta da mínima histórica, 13,6, para 31,9. Também na Zona do Euro, o desemprego aumentou menos do que o esperado.

Protestos nos EUA

Os investidores ainda avaliam o impacto dos protestos antirracistas nos Estados Unidos, que tiveram como estopim o assassinato de George Floyd, sufocado por um policial. Além de influenciar na recuperação econômica, a agitação política também pode provocar nova onda de contágio de coronavírus, com as aglomerações.

Em Brasília

No campo político, a Polícia Federal ouve depoimentos no âmbito do inquérito das fake news, que atingiu aliados bolsonaristas. Deputados estão entre os que serão ouvidos, além de ativistas e blogueiros.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: