quinta, 02 de dezembro de 2021
Ibovespa

Ibovespa derrete quase 5% seguindo mercados internacionais; dólar sobe

27 março 2020 - 14h29Por Redação SpaceMoney

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, operava em baixa durante o pregão desta sexta-feira (27), seguindo o movimento das bolsas internacionais. Por volta das 14h30, as perdas eram de 4,91%, aos 73.896,20 pontos. O dólar comercial permanecia em alta, registrando valorização de 2,35% ante o Real e cotado a R$ 5,113. No fim da semana passada, a divisa norte-americana teve leve alívio ante o real, com o acordo entre o Federal Reserve e o Banco Central. Ontem, o Ibovespa teve o terceiro pregão de alta seguido, com alta de quase 4%. Na semana passada, o circuit breaker, mecanismo que pausa as negociações de modo a tentar conter a volatilidade, foi acionado duas vezes. Veja os principais fatores que influenciam o mercado financeiro na sessão de hoje:

Mercados internacionais

No Japão, o Nikkei teve alta de quase 4%. A Bolsa de Xangai encerrou o pregão com leve alta de 0,26%. Na Europa, DAX 30 operava no campo negativo, caindo mais de 3%. O índice CAC 40 também tinha queda, de mais de 4%. O FTSE 100 cedia mais de 5%. Em Nova York, Dow Jones tinha peras na casa dos 3%, assim como o índice S&P 500 e Nasdaq. Leia mais: No Japão, ações fecham em alta e Índice Nikkei 225 avança 3,88%

Coronavírus

A pandemia do novo COVID-19 continua a avançar. No Brasil, o número de casos é de quase 3 mil, com 77 mortes registradas. No mundo, são mais de 550 mil ocorrências, com quase 25 mil óbitos. Hoje, os Estados Unidos superaram a China em número de casos: 85 mil casos no país norte-americano, enquanto a nação asiática contabiliza 81 mil.  O presidente Donald Trump prometeu cooperação com o líder chinês, Xi Jingping, no combate à pandemia.

No Brasil

No cenário interno, a expectativa se volta para o pacote a ser anunciado pelo Ministério da Economia. A série de medidas, que deve somar R$ 750 bilhões, deve incluir alterações nas regras do seguro desemprego, redução de salários de servidores e possível tributação de fortunas. Ontem, a Câmara dos Deputados aprovou a distribuição de vouchers para trabalhadores informais durante o período de calamidade pública, no valor de R$ 600. O projeto também modifica regras do BPC, benefício voltado para idosos e pessoas com deficiência de baixa renda.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content