Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
finançaspessoais

Ibovespa cai mais de 2% com tensão entre EUA e China; dólar sobe mais de 2% a R$ 5,57

04 maio 2020 - 11h10Por Redação SpaceMoney

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, operava em queda durante o pregão desta segunda-feira (04). As bolsas mundiais também sofrem com tensões entre Estados Unidos e China, por volta das 11h10, as perdas eram de 2,64%, aos 78.382,27 pontos. O dólar disparava com o menor apetite a risco, tendo tocado R$ 5,61 no começo da manhã. A moeda norte-americana registrava forte valorização de 2,54%, cotada a R$ 5,576. Veja os principais fatores que influenciam o mercado financeiro na sessão de hoje:

Mercados internacionais

No Japão, o Nikkei 225 fechou com queda de 2,84%. Na Europa, DAX 30 recuava 3,59% e FTSE 100 caía 0,31%. CAC 40 perdia 3,90%. Nos Estados Unidos, os futuros operavam em campo negativo, apontando para perdas na casa de 1%.

EUA x China

Durante o fim de semana, os Estados Unidos acusaram a China de esconder o surto do novo coronavírus para fazer estoques de equipamentos médicos. O secretário de Estado, Mike Pompeu, disse ter provas de que o covid-19 foi criado em laboratórios em Wuhan, primeiro epicentro da doença. Além disso, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que o país asiático pode sofrer novas sanções econômicas em breve.

Reabertura

Na semana passada, a Espanha, um dos países mais afetados pela pandemia do novo coronavírus, permitiu que os cidadãos praticassem esporte na rua. Hoje, é a vez da Itália flexibilizar a quarentena, com a volta ao trabalho em fábricas após o menor registro de mortes. No entanto, escolas permanecem fechadas.  Já nos Estados Unidos, os óbitos são os mais altos do mundo, mas a Flórida começa seu processo de reabertura hoje.

Balanços

A temporada de balanços continua hoje: Porto Seguro, Gole BB Seguridade publicam seus resultados para o 1º trimestre de 2020 antes do pregão. Depois do fechamento, é a vez de Itaú e Klabin.

Em Brasília

Depois da calmaria da semana passada, as tensões políticas se agravam no cenário interno. Ontem, o presidente Jair Bolsonaro marcou presença novamente em manifestações que pediam fechamento do Congresso e intervenção militar. Além disso, alguns protestantes agrediram jornalistas, como o fotógrafo Dida Sampaio, d’O Estado de São Paulo. Além disso, o longo depoimento prestado por Sérgio Moro, ex-ministro da Justiça, para a Polícia Federal, no sábado, deixa a expectativa do vazamento de provas para suas acusações de interferência política por parte do presidente Bolsonaro.

Boletim Focus

No Boletim Focus desta semana, o compilado semanal do Banco Central com as expectativas do mercado, mais uma queda no PIB: semana passada, a estimativa era de -3.34, e hoje é de -3,76. No câmbio, a projeção era de que o dólar ficaria a R$ 4,80 e, agora, é de R$ 5.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: