quinta, 02 de dezembro de 2021
Hering

Hering não anima no último semestre e Positivo tenta levantar recursos para 2020

21 janeiro 2020 - 10h52Por Eduardo Guimaraes
Hering (HGTX3): Piora operacional no 4T19 A Hering (HGTX3) divulgou na segunda-feira (20), via fato relevante, seus dados operacionais para o quarto trimestre de 2019. A receita bruta do período foi de 502,9 milhões de reais. Isso significa uma queda de 5,2 por cento quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior. O resultado foi prejudicado pelo menor volume de vendas para franquias (queda de 5,2 por cento) e do canal multimarcas (queda de 13 por cento). Vale ressaltar que o último trimestre do ano é o período de maior volume de vendas no varejo. Neste cenário, a companhia também registrou piora nas vendas de mesmas lojas, com diminuição de 4 por cento, ao considerar lojas abertas há mais de 12 meses, que é uma métrica de eficiência do setor. Positivo (POSI3) anuncia aumento de capital via follow-on O Conselho de Administração da Positivo (POSI3) aprovou, na segunda-feira (20), uma oferta subsequente de 40 milhões de ações ordinárias, com possibilidade de acréscimo de mais 14 milhões via lote adicional. Considerando a cotação de fechamento do dia 20 de janeiro, a 9,65 reais, a oferta pode movimentar cerca de 521 milhões de reais. O preço por ação será definido após a coleta de intenções de investimento, a ser realizada com investidores profissionais até o dia 30 de janeiro, data do fechamento do processo de bookbuilding. De acordo com o comunicado, os recursos líquidos captados serão destinados para: "o crescimento de contratos com instituições públicas; a expansão do negócio Positivo as a Service e de outras Avenidas de Crescimento, orgânica e/ou inorganicamente; e reforçar a estrutura de capital da Companhia."

E Eu Com Isso?

Hering (HGTX3) O último trimestre do ano é marcado por eventos tradicionais do varejo como a Black Friday e o Natal, combinado com o recebimento do décimo terceiro salário. O fim de 2019 contou também com a liberação dos recursos do FGTS de contas ativas e inativas que, de acordo com o governo federal, tiveram o objetivo de aquecer a economia a partir do aumento dos recursos em circulação, com destaque para o varejo. Apesar do volume de vendas menor que o esperado mesmo em um cenário favorável, a Hering (HGTX3) mostrou uma melhora significativa nas vendas via e-commerce, que cresceram 48,2 por cento e representaram 4,4 por cento do faturamento total da companhia. Esse resultado é fruto de investimentos em marketing e tecnologia, com a implantação de sistemas de gestão CRM e utilização de inteligência artificial. No entanto, vemos a prévia operacional com negativa para as ações da companhia no curto prazo. Positivo (POSI3) A notícia é positiva para os acionistas, dado que demonstra a intenção da companhia em levantar recursos para preparar o terreno de 2020. Nos últimos dois anos, a empresa vem buscando se recuperar e melhorar seus resultados operacionais. Porém, a venda das novas ações pode gerar pressão nos preços até o fim da oferta, prejudicando os preços no curto prazo. Num contexto geral, a notícia é positiva para o investidor do mercado de ações, pois o aumento no número de ofertas representa um amadurecimento do mercado de capitais brasileiro.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content