sábado, 27 de novembro de 2021
Bolsa de Valores

Gerdau salta quase 3% após balanço apresentar melhor Ebitda do 1º tri em 11 anos

08 maio 2019 - 12h18Por Investing.com
Investing.com - A Gerdau (SA:GGBR4) opera com forte valorização na parte da manhã desta quarta-feira, avançando 2,95% a R$ 14,64, se destacando assim entre as maiores altas do Ibovespa. Mais cedo, a companhia informou que seu lucro líquido ajustado de R$ 453 milhões no primeiro trimestre, acréscimo de apenas 1% em relação ao mesmo período do ano anterior, mas o resultado operacional medido pelo Ebitda foi o melhor para o período dos últimos 11 anos. O grupo siderúrgico teve lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 1,55 bilhão de reais, crescimento de 4,6 por cento na comparação com o primeiro trimestre de 2018. A margem Ebitda subiu de 14,3 para 15,5 por cento, conforme o material de divulgação do balanço.

Quer investir mas não sabe por onde começar? Abra uma conta na Órama e faça o seu dinheiro render!

A receita líquida caiu 3,5 por cento, para 10,026 bilhões de reais, enquanto o custo de vendas recuou 14 por cento, para 129 milhões de reais, e as despesas gerais e administrativas tiveram redução de 11,5 por cento. A margem bruta passou de 12,9 para 12,7 por cento entre os primeiros trimestres de 2018 e 2019. Analistas do Itaú BBA consideraram que a empresa reportou resultados sólidos. No caso do Ebitda, que superou as expectativas, a equipe afirmou em nota a clientes que tal desempenho é explicado principalmente pelos resultados mais fortes do que o esperado nos EUA. A Coinvalores destaca que os números da companhia foram resilientes neste início de ano, apesar do cenário mais desafiador no mercado doméstico, com crescimento econômico ainda fraco e alta no preço de matérias-primas. O destaque ficou com o desempenho na América do Norte, que representa quase 30% do total, com a imposição de tarifas de importação nos EUA propiciando a recuperação de market share e reajuste de preços. O EBITDA do segmento mais que dobrou em um ano e a margem saiu de 5,6% para 13,2% no período. Junto ao balanço a siderúrgica anunciou a distribuição de R$ 0,07 em dividendos, o equivalente a um yield de 0,5%. Os papéis ficarão ex no próximo dia 20 de maio e o pagamento deve ocorrer ainda esse mês, no dia 29. As ações da companhia devem reagir de forma positiva, em que pese as incertezas com relação à guerra comercial entre EUA x China.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content