domingo, 28 de novembro de 2021
brasil

Engie Brasil aprova emissão de debêntures para levantar até R$ 1,6 bilhão

02 julho 2019 - 12h08Por Investing.com
A elétrica Engie Brasil Energia (EGIE3), controlada pelo grupo francês Engie, pediu registro junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para a realização de uma oferta pública de distribuição de 1,6 bilhão de reais em debêntures incentivadas, montante que representa um total de 1,6 milhão de debêntures. As ações da elétrica operam com ganhos de 0,07% a R$ 43,53. A operação deverá ser realizada em até quatro séries, com os recursos alocados sendo direcionados ao reembolso de gastos, despesas ou dívidas relacionados a ativos de geração da companhia, como a usina eólica Assu V, o complexo eólico Umburanas e as hidrelétricas de Jaguara e Miranda. Desta forma, a emissão será de, no mínimo 900 mil debêntures, podendo chegar ao total de 1,1 milhão nas 1ª e 3ª séries. Já nas 2ª e 4ª séries o mínimo será de 500 mil e o máximo de 700 mil debêntures.

Quer investir em ações? Abra uma conta na XP Investimentos: online, rápido e grátis.

De acordo com a Engie, as debêntures serão simples e não conversíveis em ações, no valor unitário de 1 mil reais. A emissão será coordenada pelos bancos Santander (SANB11) (coordenador líder), Bradesco BBI, Itaú BBA, Safra e BB Investimentos. As debêntures da primeira e da terceira série terão vencimento em julho de 2026, enquanto as da segunda e da quarta série vencerão em julho de 2029.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content