Menu
Busca quarta, 22 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
duratex

Duratex sobe mais de 5% após lucro saltar 117% no 1º trimestre

07 maio 2020 - 12h52Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - As ações da Duratex (SA:DTEX3) operam com valorização na sessão desta quinta-feira na B3, se contrapondo às perdas do Ibovespa hoje. A companhia informou ontem, após o fechamento do mercado, que encerrou no primeiro trimestre lucro líquido 117,6% maior, na comparação anual, para R$ 51,99 milhões. Por volta das 12h50, os papéis somavam 5,54% a R$ 10,29. De acordo com a empresa, foi registrado lucro líquido recorrente de R$ 50,56 milhões, alta de 162,5% lastrada na consequência dos impactos positivos da apuração de inventário de floresta localizada em Minas Gerais na variação do ativo biológico, da melhora dos resultados da divisão Madeira e da consolidação dos resultados da Cecrisa. Com isso, a receita líquida avançou em 8,3%, para R$ 1,162 bilhão, desempenho puxado pela consolidação de resultados da Cecrisa. No período, o Ebitda aumentou 16,4%, para R$ 266,3 milhões, com o ajustado e recorrente com expansão de 11,6%, para R$ 200,1 milhões. A fabricante anunciou ainda que retomou as operações de todas as suas fábricas, ainda que abaixo do uso médio da sua capacidade. No pior momento vivido pela companhia durante a pandemia de covid-19, todas as fábricas de painéis de madeira estiveram paradas, assim como metade das unidades das divisões Deca - de louças e metais sanitários, além de chuveiros - e de revestimentos cerâmicos, devido à queda expressiva da demanda.

Avaliação dos analistas

O BTG Pactual (SA:BPAC11) destaca que essa não é uma história barata baseada em múltiplos de curto prazo, mas o potencial de longo prazo ROE se materializou de novo e o banco acredita que esse é um aspecto crítico do caso de investimento. Os analistas apontam que após a venda, este é um bom ponto de entrada para as ações e, portanto, foi mantida a classificação de compra. Neste ponto, o preço das ações parece descontar muito pouco crescimento nos lucros à frente. A Mirae Asset destaca que o resultado ficou acima da expectativa, principalmente no segmento de painéis de madeira/exportação e no controle de custos e de despesas. A corretora espera um 2T20, mais fraco, impactado pelos efeitos do COVID-19, mas recuperação ao longo do 2S20. Os analistas mantêm a recomendação de compra, com visão de médio e longo prazo, acreditando que o setor de construção civil será um dos beneficiados pelos pacotes do governo e consequentemente a Duratex será beneficiada.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: