sábado, 04 de dezembro de 2021
setor da construção atinge maior valor da his

Construção tem valor de mercado de R$ 42,4 bi, o maior da história

26 novembro 2019 - 18h33Por Redação SpaceMoney
Um estudo da plataforma de análise de investimentos Economatica, divulgado nesta terça-feira (26), mostra que o setor de construção registrou seu maior valor de mercado da história. Assim, o número é de R$ 42,4 bilhões. Em comparação a junho, o crescimento é de 167,9%, uma vez que naquele mês o valor era de apenas R$ 15,83 bilhões. Além disso, o estudo, que considera 11 empresas do setor de construção de edifícios residenciais listados em bolsa, mostra que o crescimento foi contínuo nos últimos seis trimestres. Valor de mercado construção A Cyrela Realt é a empresa com maior valor de mercado do setor com R$ 10,5 bilhões (valor consultado no dia 21 de novembro de 2019). A Eztec a segue de perto com R$ 9,97 bilhões e a MRV está no terceiro lugar com R$ 7,79 bilhões. Contudo, todas as empresas registram crescimento de valor de mercado no ano de 2019. Empresas de construção com maior valor de mercado *O levantamento foi elaborado considerando os seguintes critérios: 1) Empresas com dados disponíveis trimestralmente de dezembro de 2014 até setembro de 2019; 2) Os valores do levantamento são todos nominais, sem nenhum ajuste por inflação; 3) Foram considerados os demonstrativos financeiros consolidados entregues à CVM de dezembro de 2014 até setembro de 2019.

Receita Líquida Operacional (Vendas)

O estudo também apurou a receita líquida operacional trimestral das empresas. Os números mostram que no 3° trimestre de 2019, a receita é de R$ 4,2 bilhões. Nos últimos 4 trimestres, as receitas do setor têm se mantido em níveis acima de R$ 4,0 bilhões, valor que não era registrado desde dezembro de 2015. Contudo, o pior trimestre da amostra aconteceu no 1° trimestre de 2018 quando as empresas do setor registraram R$ 2,7 bilhões e o melhor registro no 4° trimestre de 2014 com R$ 5,3 bilhões. receita líquida da construção

Lucro líquido trimestral

Nos últimos 20 trimestres (de dezembro de 2014 até setembro de 2019) o setor teve oito trimestres com prejuízo, sendo o pior momento no 4° trimestre de 2016. Naquele período, o prejuízo foi de R$ 488 milhões. Em contrapartida, o melhor registro da amostra é no 4° trimestre de 2015 com R$ 631 milhões. No 3° trimestre de 2019 as empresas do setor registram lucro de R$ 434 milhões. Lucro líquido trimestral Dívida Total Líquida Além das arrecadações, a dívida total líquida* do setor vem caindo pelo nono trimestre consecutivo. Dessa forma, no 3° trimestre de 2019 é de R$ 5,28 bilhões, registrando o menor valor da amostra desde dezembro de 2014. Dívida A MRV é a empresa com o maior valor de dívida total líquida no 3° trimestre de 2019 com R$ 2,46 bilhões. Em segundo lugar está a Helbor, com R$ 1,4 bilhões. Três empresas têm dívida líquida negativa, o que, na prática, significa que as empresas têm caixa maior que a dívida. A Eztec com R$ 1,3 bilhões é a empresa com maior dívida líquida negativa. *Essa dívida é calculada a partir da dívida bruta menos o caixa do setor
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content