Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa futuro

Com apetite a risco em NY, Ibovespa futuro abre a semana com valorização

14 setembro 2020 - 09h43Por Investing.com

Por Gabriel Codas - Investing.com - A jornada desta segunda-feira inicia com ganhos para o índice futuro do Ibovespa de 0,95% aos 99.090 pontos às 09h27, enquanto que o dólar operava estável a R$ 5,3182 após abrir em baixa.

O mercado começa a semana positivo para o mercado de ações, com o otimismo em alta em relação ao desenvolvimento de vacinas e tratamentos contra o coronavírus, além da retomada de fusões e aquisições no setor de tecnologia.

As lideranças de quatro grandes bancos centrais vão avaliar nesta semana qual o estoque de ferramentas que ainda têm disponíveis para evitar uma desaceleração no último trimestre. A expectativa é que Federal Reserve, Banco Central do Brasil, Banco do Japão e Banco da Inglaterra mantenham juros.

O destaque do dia será a divulgação do índice de crescimento econômico do BCB, conhecido como IBC-Br - uma prévia mensal do PIB brasileiro. A tendência é desaceleração da retomada na base sequencial e uma melhora substancial na leitura anual.

- Cenário Interno

IBC-Br

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB), teve alta de 2,15% em julho na comparação com o mês anterior, de acordo com dados divulgados pelo BC nesta segunda-feira.

A expectativa em pesquisa da Reuters com economistas era de uma alta de 3,40%. Na comparação com julho de 2019, o IBC-Br apresentou contração de 4,89% e, no acumulado em 12 meses, teve recuo de 2,90%, segundo números observados.

Incerteza Econômica

A prévia do Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da Fundação Getulio Vargas sinaliza uma queda de 6,1 pontos em setembro, para 154,2 pontos. O resultado representaria uma aceleração da tendência de queda em relação ao mês passado, quando o indicador havia recuado apenas 3,4 pontos. Após o quinto mês em queda, o IIE-Br devolveria 59% da alta de 95,4 pontos observada no bimestre março-abril. 

“A aceleração da tendência de queda do Indicador de Incerteza nesta prévia de setembro tem relação com a sustentação do cenário de retorno gradual da atividade econômica e do relaxamento de medidas de isolamento social impostas pela pandemia de covid-19. Apesar da evolução favorável na margem, o indicador ainda se encontra 39 pontos acima do nível pré-pandemia sob influência de fatores como a preocupação com a dinâmica da economia após a redução dos estímulos fiscais, a evolução ainda incerta da crise sanitária, o andamento de reformas no Congresso e o difícil cenário para as finanças públicas”, afirma Anna Carolina Gouveia, Economista da FGV IBRE.

Covid-19

Brasil alcançou neste domingo 131.625 mortes pela Covid-19, doença causada pelo coronavírus, segundo dados do Ministério da Saúde, com a notificação de 415 novos óbitos.

Também foram registrados no país 14.768 novos casos da Covid-19, elevando o total de infecções a 4.330.455.

Estado mais afetado pela Covid-19 no Brasil, São Paulo atingiu as marcas de 892.257 casos e 32.606 mortes, segundo os dados divulgados pelo ministério.

A Bahia aparece como o segundo Estado com mais casos, com 282.517 infecções e 5.961 mortes. Minas Gerais acumulou até agora 252.263 casos e 6.276 mortes.

Mas o Rio de Janeiro, que tem o quarto maior número de casos, com 242.491 infecções, é o segundo Estado em óbitos, com 16.990 mortes.

- Cenário Externo

Alemanha

A maior economia da Europa deve continuar se recuperando da crise do coronavírus no restante de 2020 e provavelmente crescerá com força no terceiro trimestre, mas não deverá atingir seu nível pré-crise até 2022, disse o Ministério da Economia alemão.

O ápice da recessão foi alcançado no segundo trimestre e a flexibilização das medidas de bloqueio desde maio levou a uma rápida recuperação na indústria e em alguns setores de serviços, disse o ministério em um relatório mensal nesta segunda-feira, acrescentando que, no entanto, a recuperação perdeu algum fôlego recentemente.

Economistas esperam que a maior economia da Europa mostre um retorno ao crescimento no terceiro trimestre, após uma contração recorde de 9,7% no segundo trimestre devido ao colapso dos gastos do consumidor, do investimento empresarial e das exportações.

Zona do euro

A produção industrial da zona do euro subiu como o esperado em julho na comparação com o mês anterior graças à fabricação mais forte de bens de capital e de consumo, mas ainda ficou abaixo dos níveis do ano passado devido à pandemia de Covid-19, mostraram dados nesta segunda-feira.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou que a produção industrial nos 19 países que usam o euro subiu 4,1% na base mensal, mas caiu 7,7% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Economistas consultados pela Reuters projetavam alta mensal de 4,0% e queda de 8,2% na base anual.

A produção de bens de investimento cresceu 5,3% no mês e a de bens de consumo duráveis aumentou 4,7%, mas ambas ainda ficaram bem abaixo dos níveis do ano passado com quedas respectivamente de 10,4% e 3,8%, conforme a economia da zona do euro enfrenta os efeitos da atividade mais baixa devido à pandemia de coronavírus.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,65%, a 23.559 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,56%, a 24.640 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,57%, a 3.278 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,51%, a 4.651 pontos.

Os mercados europeus operam com ganhos nesta segunda-feira. Em Frankfurt, o DAX tem alta de 0,02% aos 13.205 pontos, com o FTSE, de Londres, somando 0,01% aos 6.032 pontos. Já em Paris, o CAC soma 0,35% aos 5.051 pontos.

Em Nova York, o S&P 500 Futuros subia 35 pontos, ou 1,1%, o contrato Dow Futuros subia 220 pontos, ou 0,8%, enquanto o Nasdaq 100 Futuros subia 134 pontos, ou 1,2%.

COMMODITIES

A jornada desta segunda-feira foi marcada por um movimento positivo para os preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de operações, com data de vencimento para janeiro do próximo calendário, somou 2,41% para 848,50 iuanes por tonelada, o que representa alta de 20,00 iuanes em relação aos 848,50 iuanes de liquidação da véspera.

No mesmo sentido, o fechamento da sessão de negócios teve como principal característica a valorização nas cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato com mais liquidez, com entrega para o mês de janeiro de 2021, avançou 17 iuanes para 3.664 iuanes por tonelada, enquanto que o outubro deste, ganhou 14 iuanes para 3.747 iuanes para cada tonelada.

MERCADO CORPORATIVO

- Azul (SA:AZUL4)

A Azul disse na noite de domingo que recebeu da BNDES Participações e de um sindicato de bancos uma proposta de apoio financeiro para ajudar a empresa a superar os impactos da pandemia de coronavírus que pode diluir suas ações em até 15% com base nos valores de fechamento de sexta-feira.

A proposta encaminhada prevê uma oferta pública de um instrumento financeiro híbrido com objetivo de captar no mínimo 2 bilhões de reais e consiste numa combinação de debêntures simples e bônus de subscrição, cujos valores serão determinados através do processo de bookbuilding da oferta.

Prevê também que a BNDESPar seja o investidor âncora podendo subscrever até 60% da oferta enquanto os bancos prestarão garantia firme de até 10% da mesma. O valor remanescente deverá ser captado junto a outros investidores através da oferta pública, relatou a Azul no comunicado. A companhia aérea afirmou que sua posição de caixa é melhor do que o inicialmente estimado e analisará a proposta juntamente com outras alternativas de financiamento.

- JBS (SA:JBSS3)

JBS USA afirmou no domingo (13), em nota, que é "totalmente sem mérito" a citação do Departamento de Trabalho dos Estados Unidos à empresa por não proteger seus funcionários da exposição à covid-19. A JBS USA afirmou que cada medida proposta na citação da Administração de Segurança e Saúde Ocupacional (Osha) "foi implementada meses atrás na unidade de Greeley".

A Osha, ligada ao Departamento de Trabalho, propôs US$ 15.615,00 em penalidades, conforme documento publicado nesta sexta-feira (11). De acordo com a JBS USA, foram implementadas centenas de medidas para proteger os empregados, como triagem antes da entrada nas instalações, horários de início e intervalos escalonados, exigência de uso de máscaras e protetores faciais, instalação de barreiras físicas, tecnologias de limpeza de ar germicida por UV e ionização bipolar de plasma para neutralizar o vírus.

- Petrobras (SA:PETR4)

A Petrobras comunicou na noite de sexta-feira o início da fase vinculante referente à venda de parcela de sua participação nos blocos exploratórios em concessões localizadas na Bacia do Espírito Santo.

Os blocos são pertencentes às concessões ES-M-596_R11, ES-M-598_R11, ES-M-671_R11, ES-M-673_R11 e ES-M-743_R11, segundo comunicado da companhia à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

“Os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão carta-convite com instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo orientações para a realização de due diligence e para o envio das propostas vinculantes”, afirmou.

Essas foram adquiridas na 11ª Rodada de Licitações da ANP em 2013 e estão atualmente no 1º Período Exploratório.

- Etanol

O governo brasileiro decidiu estender por três meses uma cota de importação de etanol dos EUA sem tarifa, em movimento que visa ganhar tempo para negociação de uma posição melhor para a exportação de açúcar aos Estados Unidos, informou o Ministério das Relações Exteriores (MRE) nesta sexta-feira.

O Comitê-Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex) disse que a nova cota é de 187,5 milhões de litros.

Durante o período de renovação, brasileiros e norte-americanos terão “discussões orientadas a obter resultados acerca de um arranjo para aumentar o acesso ao mercado de etanol e açúcar no Brasil e nos Estados Unidos”,.

- Totvs (SA:TOTS3)

A fabricante de softwares de gestão Totvs anunciou nesta sexta-feira que prorrogou por 30 dias, até 13 de outubro, a validade da proposta de fusão com a Linx (SA:LINX3).

Em fato relevante, a Totvs afirmou ainda que concorda com a correção pelo CDI da parcela a ser paga por ação de Linx, no valor de 6,20 reais, a partir do sexto mês da proposta.

A Totvs reforçou ainda o pleito para “todas as propostas disponíveis sejam submetidas aos acionistas da Linx simultaneamente”, sem mencionar explicitamente a proposta rival apresentada pela empresa de pagamentos StoneCo (NASDAQ:STNE).

- XP

A XP Investimentos anunciou nesta sexta-feira que formou uma parceria em gestão de riquezas (wealth management) com um grupo de ex-executivos da Credit Suisse.

De acordo com o comunicado, a XP terá uma fatia minoritária de 49,9% na empresa, com foco em clientes com grande patrimônio.

“A empresa iniciará as operações assim que os executivos cumprirem os acordos de não concorrência com seu antigo empregador”, afirmou a XP.

- Itaú Unibanco

O Itaú Unibanco informou nesta sexta-feira que comprou 5,56 milhões de ações do Itaú CorpBanca, pelo equivalente a 228 milhões de reais, ampliando sua fatia no banco com sede no Chile de 38,14% para cerca de 39,22%.

A transação decorre do exercício de uma opção de venda por parte do Corp Group e afiliadas em 1 de abril de 2016.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

O presidente da República começa a segunda-feira recebendo o ministro Onyx Lorenzoni (Cidadania), se encontrando em seguida com José Levi Mello do Amaral, Advogado-Geral da União.

Na parte da tarde, recebe o ministro Paulo Guedes (Economia), depois Braga Netto (Casa Civil), fechando o dia com reunião cm o ministro Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e o governador Ronaldo Caiado (DEM-GO).

- Paulo Guedes

- CNM Webinar Técnico - A visão Municipalista sobre a Reforma Tributária;

- Videoconferência com os secretários especiais;

- Reunião com o presidente da República Jair Bolsonaro;

- Videoconferência com o chefe da Assessoria Especial de Assuntos Institucionais, Esteves Colnago;

- Videoconferência com o secretário especial da Receita Federal, José Tostes;

- Videoconferência com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco.

(Com contribuição de Reuters e Estadão Conteúdo)

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: