Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
CEB privatização

Ações da CEB disparam com edital de privatização com preço mínimo em R$ 1,42 bi

28 setembro 2020 - 11h20Por Investing.com

Por Gabriel Codas, da Investing.com - Na parte da manhã desta segunda-feira as ações da Companhia Energética de Brasília (CEB) operam com forte valorização. A CEB informou que o leilão de privatização da elétrica, responsável pelo fornecimento no Distrito Federal, deverá ter preço mínimo de R$ 1,42 bilhão pela totalidade das ações da companhia.

Sendo assim, por volta das 11h00, os papéis ordinários (SA:CEBR3) saltavam 33,33% a R$ 92,00, oscilando entre R$ 88,00 e R$ 94,00, com R$ 483,98 mil de volume negociado. Já os papéis preferenciais A (SA:CEBR5) disparavam 20,52% a R$ 106,00, na máxima do dia, com R$ 349,26 mil de volume negociado. Enquanto os preferenciais B (SA:CEBR6) avançavam 31,63% a R$ 100,00, oscilando entre R$ 88,03 e R$ 104,00, com R$ 554,8 mil de volume negociado.

O Conselho de Administração da CEB aprovou neste sábado a convocação de assembleia geral de acionistas que vai deliberar sobre a alienação de 100% das ações da empresa por esse valor, de acordo com comunicado divulgado junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A CEB-D pertence à Companhia Energética de Brasília, controlada pelo governo do Distrito Federal.

Em documentos disponibilizados pela empresa, assessores do processo preveem a sessão pública do leilão em 24 de novembro.

Os interessados teriam uma data inicial de entrega de propostas estimada para 5 de novembro, de acordo com esse cronograma previsto.

O preço foi definido pela média de duas avaliações econômico-financeiras da elétrica elaboradas por consultorias independentes contratadas pelo BNDES, que assessora o processo de desestatização.

O leilão de privatização da distribuidora de energia será realizado na bolsa paulista B3), disse a empresa.

A CEB-D atende cerca de 1 milhão de consumidores no Distrito Federal, com mais de 9,7 mil quilômetros em redes de distribuição.

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: