domingo, 28 de novembro de 2021
BTG Petz

BTG inicia cobertura de Petz com recomendação de Compra e preço-alvo de R$ 20

20 outubro 2020 - 13h17Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - O BTG Pactual (SA:BPAC11) inicia nesta terça-feira (20) a cobertura das ações da Petz com recomendação de Compra e preço-alvo de R$ 20, por acreditar no potencial de crescimento e lucratividade com base na solução one-stop-shop; na plataforma omnichannel crescente; na bem-sucedida expansão nacional; e no mercado pet brasileiro, ainda segmentado.

O preço-alvo estabelecido pelo BTG representa um upside de 45% em relação ao preço do IPO, de R$ 13,75. Às 13h15, as ações PETZ3 operavam a R$ 16,00, alta de 1,91%.

O mercado pet tem crescido 11% ao ano no Brasil desde 2015 e, na visão do BTG, tem potencial para seguir crescendo, especialmente com a expansão do e-commerce, que representa apenas 4% das vendas do setor. Além disso, o setor ainda é muito segmentado: 50% correspondem a pet shops pequenos e clínicas veterinárias regionais. Na visão do banco, significa que há espaço para um player nacional dominante.

Outro fator importante é que a expansão da Petz fora de São Paulo, seu estado de origem, não tem prejudicado os lucros. Esse processo costuma ser um desafio para varejistas locais devido a gargalos de logística, fortes players regionais e ao complexo sistema de impostos.

Sendo assim, apesar de considerar que as ações não estão baratas, o BTG recomenda Compra por apostar nas perspectivas de crescimento. Os maiores riscos para a ação, segundo o banco, são a competição com plataformas de marketplace mais horizontais, como Magazine Luiza (SA:MGLU3) e B2W (SA:BTOW3), e o fato de o modelo de negócio ainda estar focado em vender produtos mais commoditizados, como a ração.

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content