quarta, 28 de fevereiro de 2024
btg irb

BTG corta preço-alvo de IRB pela metade após operação da PF

16 março 2020 - 15h18Por Redação Space Money
A investigação da Polícia Federal sobre o ex-vice presidente de finanças da IRB, Fernando Passos fez despencar o preço-alvo das ações calculado pelo BTG Pactual. Na última quinta-feira (12), a PF visitou a companhia, e o banco cortou para US$ 15 o preço dos ativos, que estavam estimados em US$ 40. Porém, a recomendação permanece neutra. “À luz dos eventos recentes, que culminaram na saída do CEO e do CFO, nós decidimos ajustar nossas expectativas ao que acreditamos ser uma nova realidade para a IRB”, afirmam analistas em relatório publicado também no dia 12. As estimativas de ganhos para 2020/21 foram reduzidas em 48% e 47%, respectivamente. O lucro líquido deve girar em torno de R$ 1 bilhão, 38% abaixo do valor contabilizado em 2019 e ~50% abaixo do esperado para este ano. O BTG também é otimista sobre o presidente interino da IRB, Antonio Cassio dos Santos, e o considera um “nome forte”. O banco espera que a nova direção a empresa seja mais “conservadora.” Apesar da baixa no preço-alvo das ações, cortado em mais da metade, o BTG considera que a “empresa sairá da tempestade em uma posição forte” com a nova administração, e mantém recomendação neutra.