sábado, 27 de novembro de 2021
dólar

Bradesco já vê juro básico Selic em 4,75% no fim do ano e até o fim de 2020

06 setembro 2019 - 14h53Por Angelo Pavini
Após a divulgação de um IPCA bem comportado e sem grandes pressões, mesmo após a alta do dólar, o Bradesco reduziu sua estimativa de juros básicos para o fim deste ano, para 4,75%, abaixo das projeções do mercado, que trabalha com uma taxa Selic de 5% ao ano, conforme o relatório Focus do Banco Central. Apesar da desvalorização da moeda brasileira no último mês, com o dólar perto dos R$ 4,20, o Bradesco espera a continuidade do processo de redução de juros neste ano, que deve cair abaixo dos 5%, disse o banco em relatório. Os preços de commodities em reais não se alteraram de maneira significativa nas últimas semanas, mantendo o cenário de inflação estável. Em um ambiente de crescimento ainda moderado e sem sinais de retomada sustentada, o banco reduziu a expectativa de juros para 4,75% até o final deste ano e prevê a manutenção desse patamar até o final de 2020. Olhando para diversas métricas de “valor justo” da moeda, todas apontam para níveis do dólar entre R$ 3,60 e R$ 3,80, abaixo, portanto, do atual patamar. De toda forma, incorporando a piora do cenário externo, o banco alterou a expectativa para o câmbio de 2019 de R$ 3,80 para R$ 4,0 e manteve a de 2020 em R$ 3,80. Em relação ao crescimento, a desaceleração global em curso tende a ter um efeito contracionista importante sobre o PIB brasileiro e por isso o Bradesco também revisou a projeção de 2020 para 1,9%, enquanto manteve a de 2019 em 0,8%. “Quando observamos os dados do trimestre passado, que surpreenderam para cima, notamos os efeitos positivos da política econômica adotada até aqui”, diz o banco. A construção civil e os investimentos cresceram mais do que o esperado, respondendo a uma taxa de juros menor, mas os efeitos globais prevalecem, neste momento. Na avaliação do Bradesco, o resultado do menor crescimento global é o aumento da necessidade de estímulos ao crescimento, por meio da política monetária e da agenda de privatizações e concessões. O post Bradesco já vê juro básico Selic em 4,75% no fim do ano e até o fim de 2020 apareceu primeiro em Arena do Pavini.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content