Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
dólar

Bancos têm alta, mas Ibovespa cai 2,59%; dólar atinge nova máxima, valendo R$ 4,475

27 fevereiro 2020 - 18h31Por Redação SpaceMoney

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (27) com queda de 2,59%, aos 102.983,54 pontos, ainda refletindo o temor global de disseminação do novo coronavírus. As perdas só não foram maiores devido ao bom desempenho das ações dos bancos  — o papel do Banco do Brasil, por exemplo, teve valorização de 1,92%. Já o dólar comercial encerrou o dia com mais uma alta, valorizando-se 0,7% ante o Real, com cotação de fechamento de R$ 4,475. Pela manhã, a divisa norte-americana chegou a bater a marca de R$ 4,50, quebrando recorde de máxima intradiária, mas no período da tarde perdeu um pouco de força ante as outras divisas.  

Veja os principais fatores que influenciaram o mercado financeiro na sessão de hoje:

Mercados internacionais

No Japão, o Nikkei fechou em queda (-2,13%), enquanto a Bolsa de Xangai teve leve alta (0,11%). Na Europa, DAX 30 fechou com baixa (-3,19%), assim como o índice CAC 40 (-3,32%). O FTSE 100 também encerrou o dia com perdas, de 3,49%. Em Nova York, o Dow Jones operou em baixa (-3,81%). S&P 500 e Nasdaq também tiveram queda, de 3,76% e 3,98%, respectivamente. Leia mais: No Japão, ações têm queda e Nikkei 225 recua 2,13%

Coronavírus

Um caso na Califórnia, nos Estados Unidos, inflamou ainda mais o medo da epidemia: é a primeira ocorrência em que o paciente não viajou ou teve contato com pessoas que estiveram em outros países. O presidente Donald Trump afirmou, no entanto, que os riscos da doença nos EUA são baixos. Além disso, o número de casos na Coreia do Sul nas últimas 24 horas ultrapassou o número de ocorrências na China no mesmo período. Também foi confirmado na última quarta-feira o primeiro caso de coronavírus no Brasil, em um homem de 61 anos que esteve na Itália. Ao redor do globo, mais de 80 mil pessoas foram infectadas pelo COVID-19, além de 2.800 mortos. Leia mais: China espera ter coronavírus sob controle até o fim de abril

Balanços

Hoje, antes do pregão, foi a vez da Ambev reportar seus resultados para o quarto trimestre de 2019, que teve EBITDA ajustado de R$ 6.925 milhões, dentro das expectativas do mercado. Após o fechamento, o mercado aguarda o balanço da AES Tietê. Leia mais: Ambev despenca quase 9% após divulgação de balanço

Resultado do governo

O Tesouro Nacional divulgou hoje pela manhã o resultado primário do governo central para janeiro, ou seja, a relação entre despesas e receitas do governo. Houve superávit recorde de R$ 44,12 bilhões. Leia mais: Contas públicas tem superávit recorde de R$ 44,12 bi em janeiro
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: