domingo, 28 de novembro de 2021
Perfil

Axia Investing divulga nova pesquisa sobre day trade

A maioria dos traders entrou no mercado há menos de 5 anos e usa os ganhos para compor orçamento mensal

25 outubro 2021 - 16h38Por Redação Spacemoney
Campanha Black Friday 2021 - Warren

No Brasil, a maioria dos traders entrou no mercado há menos de 5 anos e usa os ganhos para compor seu orçamento mensal. É isso o que aponta a pesquisa Perfil do Trader Brasileiro, realizada pela mesa proprietária Axia Investing.

De acordo com o levantamento, o trade representa parte significativa da renda de quase 65% dos investidores, que declararam que os ganhos correspondem a mais de 20% do total do orçamento da casa. Chama a atenção ainda que 24,7% dos entrevistados contam com as operações como única fonte de renda. Apenas 34,43% não contabilizam o dia a dia da bolsa em seu orçamento.

Ao serem questionados sobre a renda mensal antes de se tornarem traders, 13,86% declararam não estarem recebendo nada até o momento. “Quando cruzamos este dado com o percentual de pessoas que só vivem de trade, percebemos que muitos, ao aprenderem a operar no mercado, acabaram largando o seu trabalho anterior para se dedicarem mais à bolsa”, observa o sócio e gestor da Axia Investing, Antonio Marcos Samad Júnior.

A preferência dos traders é por realizar poucas operações diárias. Dentre os entrevistados, 71,08% afirmam que fazem entre 1 a 5 operações diariamente. Outros 21,08% realizam até 10 operações e uma minoria (7,83%) compra e vende ações ou outros ativos mais de 10 vezes ao dia.

Em termos de acertos médios mensais, 56% dos investidores arrojados afirmam obter sucesso acima de 70% das vezes em que se arriscam. Somente 7,87% dizem que seu percentual de acertos está abaixo de 50%. “Vemos muitas pesquisas afirmando o risco de se tornar trader e que apontam que a maioria perde dinheiro. Na verdade, com o preparo certo para operar o mercado, isso não é uma realidade”, observa Samad Júnior.

Mas, muitos traders acabaram entrando no mercado para aprender na prática como funciona. Essa postura foi adotada por 28,31% dos participantes da pesquisa. Outros 37,35% disseram que fizeram até um ano de curso e o restante buscou mais tempo de estudo. Em relação ao grau de instrução, mais de 60% dos traders não possuem o ensino superior completo, sendo que 25,15% apenas completaram o segundo grau e 2,4% o fundamental.  “Operar o mercado requer conhecimento específico da área e não necessariamente um diploma”, lembra.

Notícias

Os sites de notícias são a fonte de informação preferida dos traders (37,42%), seguidos pelas mídias sociais (33,74%), Telegram (12,88%) e WhatsApp (11,04%). As casas de análise influenciam apenas 4,91% dos investidores. “Esse comportamento está relacionado à própria característica dos ativos, pois o sobe e desce está muito relacionado a boatos que circulam nestes meios e que são apurados pelos sites de notícias. A visão fundamentalista é mais usada no longo prazo”, explica o gestor da Axia.

A maioria dos traders são jovens com menos de 30 anos (59,64%). Outros 27,11% afirmam ter entre 31 e 40 anos e somente 3% têm mais de 50 anos. O perfil masculino também prevalece, representando 95,21% dos entrevistados.

A pesquisa da Axia Investing ouviu 167 traders entre os dias 15 e 25 de setembro.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content