Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
IRB

Após abrir em alta, IRB cai; resseguradora adia balanço para fim do mês

17 junho 2020 - 11h35Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - Em um novo dia positivo para as bolsas, as ações do IRB Brasil (SA:IRBR3) são negociadas com desvalorização. A resseguradora informou, na noite de ontem, adiamento pela segunda vez da divulgação dos números do primeiro trimestre do ano. Inicialmente, o balanço seria divulgado no começo de maio e foi adiado para 18 de junho. A nova data estimada é o próximo dia 29. Por volta das 10h24, os papéis caíam 0,20% a R$ 10,19, após abrir com alta de mais de 2% e máxima de R$ 10,56. O Ibovespa registrava ganhos na primeira hora de negociações, subindo 0,75% a 94.227 pontos. A decisão foi comunicada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no final da noite de ontem, três meses depois de Antonio Cassio dos Santos assumir como presidente interino do ressegurador. Nesse período, o executivo não teve conversas públicas com investidores, sendo que a última comunicação foi feita pelo IRB em 5 de março, ocasião das saídas do presidente e do vice-presidente financeiro da empresa. Eles deixaram a companhia depois que disseram que Warren Buffett havia comprado ações da companhia e foram publicamente desmentidos. Decisão judicial Ontem, a Justiça em São Paulo mandou o ressegurador apresentar que tem R$ 1 bilhão para o caso de ressarcir acionistas devido às fortes perdas das ações da resseguradora neste ano. A decisão da 2ª Vara Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem do Tribunal de Justiça de São Paulo atendeu parcialmente a uma ação civil pública para ressarcir acionistas que buscarem reparação de perdas por meio de arbitragem. A resseguradora comunicou nesta terça-feira que adotará as medidas legais cabíveis para reverter decisão da Justiça em São Paulo que mandou a resseguradora mostrar que tem 1 bilhão de reais para o caso de ressarcir acionistas devido às fortes perdas das ações da companhia neste ano. "A decisão possui caráter liminar, estando sujeita à reforma e recurso, não tendo tido a companhia a oportunidade, ainda, de se manifestar nos autos da referida ACP (ação civil pública)", afirmou a companhia em comunicado.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: